🇧🇷Capítulo 18🇧🇷

9.5K 693 2.5K
                                    

"Mas é fria a madrugada sem você aqui, só com você no pensamento. Eu corro pro mar para não lembrar você, e o vento me traz o que eu quero esquecer"
~Sem ar, D'Black.

OLHA QUEM VOLTOU,
bem vindos a mais uma atualização de Brazilian Soul!

Ainda lembram de mim? Da minha história?
Eu espero que sim😰

Sinto muito pela demora, mas infelizmente o ritmo de publicação vai ser bem lerdinho assim, mil perdoes🙁
Tem dias que eu fico na escola de 7h da manhã, até 19:30 da noite, e não consigo conciliar meus estudos com absolutamente NADA, mas, sempre que sobra um tempinho, eu escrevo um parágrafo, e de parágrafo em parágrafo, MESMO COM A DEMORA, a atualização vem, olha ela aí!!!!!!

Espero que vocês não desistam da fanfic, eu prometo que não vou abandonar ela, mas a demora vai ser inevitável :(

Não sei se o capítulo está bom, muito tempo sem escrever, mas dei o meu máximo, tomara que agrade vocês de alguma forma!

(TENHO RECADOS NO FIM DO CAPÍTULO)

Agora sim, boa leitura amores, não esqueçam de
VOTAR e COMENTAR!

XOXO
~•~

-Eu vou voltar para Inglaterra. Eu vou voltar para casa.- Concluiu.

-40 minutos antes-

Harry havia acabado de reler as falas de sua peça pela terceira vez, quando resolveu tomar um banho demorado para conseguir ser mais produtivo no que estava fazendo. Ele não sabe quando a professora Rita vai selecionar os alunos e escolher seus papéis para o espetáculo, mas também não poderia dar o mole de ser pego desprevenido, então, sempre que tinha a oportunidade, repassava uma cena ou outra.

O cacheado não pode negar que fazer isso sem Louis é um porre, ou melhor dizendo, é desmotivador.

Ele sentia falta dos beijinhos que ganhava quando acertava perfeitamente uma fala, das risadas altas que Tomlinson soltava quando Harry interpretava ele mesmo em uma cena, afinal, segundo o menor "Harry e Kat são extremamente parecidos, e muitas das vezes, Styles interpreta a si mesmo", e até das vezes em que Louis o acalmava quando ele se estressava por errar uma pronúncia boba em português.

-Mas agora eu não ligo mais, até parece que eu não posso fazer isso sozinho! Eu treinei até melhor do que eu treinava com o Louis.- Resmungou massageando o shampoo em seus cabelos. -Sem distrações, sem beijos, sem tentativas de ganhar a aposta. Muito melhor!- Concluiu.

Assim que Harry saiu de sua ducha, abriu o basculante para que o banheiro ventilasse. Logo em seguida, colocou sua toalha rosa em seus cabelos úmidos, e vestiu seu pijama de ceda ali mesmo, hábito que criou depois que começou a dividir um dormitório.

-Odeio secar esse chão, que saudade das pessoas que faziam isso pra mim. Parece que um pato tomou banho aqui!- Disse passando pano no piso de forma desajeitada. -Como que torce esse treco?- Falou tentando tirar o excesso de água do tecido, obtendo um péssimo resultado. -Não nasci para isso, vai ficar assim.- Concluiu tacando o objeto no chão, cruzando os braços, e saindo.

-Problemas no paraíso?- Uma voz fez Harry pular de susto.

-O que você está fazendo no meu dormitório? -Ele perguntou saindo do banheiro.

Brazilian soulOnde as histórias ganham vida. Descobre agora