Capítulo 13 - Surpresa (Parte 2)

1.7K 272 23
                                    

Hoseok não podia deixar de se sentir animado e nervoso com qualquer que  fosse a surpresa que Yoongi tivesse prepara para si. Depois que tomaram um banho juntos, o que consistiu em beijos e momentos de prazer um ao outro sem que houvesse penetração, foi ele quem o vestiu.

Se sentia como uma criança que precisava ser cuidada, e até reclamou que não era mais uma e que podia fazer isso sozinho, mas Yoongi era muito teimoso e persistente, dizendo que não era bom para si ficar se curvando por causa da barriga protuberante. Hope fez beicinho mas, ele novamente o garantiu que estava lindo e lindo com sua grande barriga. Se fosse outras pessoas dizendo-lhe, definitivamente não iria acreditar!

— Está cansado? — o Min deu uma olhada no namorado que parecia dormir no banco, antes de voltar-se para a estrada novamente. Em breve chegariam ao destino tão planejado por si.

Hoseok virou sua cabeça para o outro que dirigia e sorriu para ele.

— Estou bem. Só quero ficar aqui e olhar um pouco para fora da janela do carro.

— Hobi, eu posso te perguntar uma coisa?  — ele perguntou quando viu o ruivo virar-se para a janela do carro novamente, este que murmurou um sim em resposta. — Você realmente não vai deixar o Jeon saber sobre o bebê? Quer dizer, por mais idiota que ele tenha sido, ainda acho que merece saber a verdade, afinal.

Hope não ficou surpreso ao ouvir a pergunta novamente. Sempre foi uma das perguntas que  havia evitado do médico antes. Mas, agora que tinha certeza de que estava com ele e que o amava incondicionalmente, se tornou corajoso com a possibilidade de enfrentar Jeongguk novamente e tudo o que seu ex melhor amigo provavelmente diria. Afinal, ele mesmo já considerava Yoongi como o pai de seu filho ainda não nascido há um bom tempo.

— Você não se importa?  — o ruivo perguntou ainda olhando para fora do carro.

Claro que se importava! Yoongi morria de ciúmes de Jeon Jeongguk antes por ele ser muito próximo de Hoseok. Mas agora não tem nada para se sentir inseguro, certo? Hoseok o amava e podia sentir seu amor. Além disso confiava no mais novo. Tinha dito que já se considerava pai do bebê, mas o pai verdadeiro também deveria saber a verdade, correto? Bem, aconteça o que acontecer, qualquer que seja a decisão de Hoseok, o apoiaria. Então por que ainda se martirizar com isso?

Ele  agarrou o volante com força.

—  Claro que não me importo.

Hobi deu uma rápida olhada no loiro e sorriu quando viu a expressão deste.

— Alguém está mentindo aqui. — ele provocou e então ficou sério novamente.  — Yoon, você sempre será o pai do meu filho, não importa o quê.

Yoongi sorriu  com isso e Hope se esticou um pouco para poder acariciar gentilmente as mãos dele no volante. O gesto foi o suficiente para tirar todas as inseguranças do médico.

De repente o grávido gemeu de dor ele rapidamente o olhou preocupado. Viu que os olhos dele estavam bem fechados e que sua outra mão esfregava em círculos sua barriga protuberante. Yoongi estacionou o carro ao lado da estrada com segurança antes de voltar sua atenção para ele.

— Respire fundo e relaxe, Hobi.  — o Min disse enquanto limpava o suor que se formava na testa de seu namorado.

— As contrações d-doem. — ele disse entredentes enquanto derramava beijos em seu rosto. Vê-lo com dor machucava-o. Se ao menos pudesse tirar toda a dor.  — Foi-se.  — o ruivo disse depois de um tempo e Yoongi  respirou aliviado. Ele beijou seus lábios e depois que se separaram, Hope sorriu para ele.  — Onde está minha surpresa?

Yoongi murmurou algo enquanto ligava o motor novamente. Ficou tão preocupado que quase se esqueceu da surpresa que havia preparado.

— Está aqui.

Hoseok  olhou para fora do carro e seus olhos brilharam de empolgação quando viu a praia. O mais velho abriu o carro para si e rapidamente saiu. Ah! Como amava o mar e o som das ondas batendo na costa. Olhando ao redor, percebeu que havia apenas uma casa perto da praia.

—  Caramba, é tão bonito!  — ele exclamou em admiração.

Yoongi sorriu quando viu a reação do outro, feliz que por ele não estar mais com dor. O ruivinho parecia adorável aos seus olhos  quando caminhou em direção à areia e gritando-o para ir junto. Ele parecia uma criança que foi levada para a praia pela primeira vez na vida.

— Hope, está muito quente.  — ele reclamou quando ficou ao lado do namorado, que apenas sorriu alegremente. Era meio-dia, pelo amor de Deus! Yoongi estendeu as mãos para ele que fez beicinho mas, pegou-as e o levou em direção à casa que tinham visto antes.

— Yoon, onde você está me levando?

— Para a nossa casa.

Hoseok pensou ter ouvido errado e por isso perguntou novamente, mas o Min o ignorou desta vez. Depois de uns dois minutos de caminhada, eles finalmente alcançaram a casa. Yoongi tirou algo de seu bolso, parecido com uma chave.

— Esta vai ser a nossa nova casa. Vamos começar nossa nova vida aqui.  — ele disse com um sorriso enquanto segurava sua mão. Hope estava sem palavras.  —  Eu sei o quanto você adora praia, então decidi comprar esse lugar para você. Desculpe por manter em segredo e por voltar para casa muito tarde. Tive que me manter por dentro de todos os detalhes para que saísse perfeito. Sei que estava começando a se preocupar e não posso culpá-lo por duvidar de mim, mas tinha que fazer isso para poder dar esta surpresa para você antes de dar à luz nosso filho. Espero que possa me perdoar.

— Isso... — ele começou, ainda tentando processar tudo.

— Você gostou?  — Yoongi perguntou com a voz esperançosa e foi pego de surpresa quando o ruivo o abraçou.

— Yoon...eu amei!  — Hoseok exclamou e logo começou a derramar beijos em suas bochechas.

—  Nós podemos entrar?  — ele sussurrou quando seus olhares se encontraram.

O Min sorriu e entrelaçou seus dedos enquanto entravam na casa,  não podendo deixar de admirar a beleza e o calor que os acolheu.

— Vem, vou te mostrar uma coisa.  — ele disse e cuidadosamente conduziu o grávido até uma das porta, ainda no andar de baixo.  — Feche os olhos.

Hobi obedeceu e logo sentiu o mais velho conduzindo-o lentamente para dentro de um local.

— Abra agora.

Assim que abriu seus olhos e viu o que havia dentro, Hoseok sentiu lágrimas começarem a se formar no canto dos olhos. A sala estava pintada em tons de verde-água . Havia uma cômoda em seu lado esquerdo que acomoda uma cesta de fraldas, lenços umedecidos, bálsamos, loções e desinfetante para as mãos. No lado direto, havia um berço de bebê com uma cadeira de balanço ao lado. Estava cheio de coisas para bebês e  das que ele planejava comprar e tinha comentado com o médico.

— Este é o quarto do nosso filho.  — Yoon sussurrou enquanto abraçava-o e descansava as mãos em seu estômago.

As lágrimas de felicidade caíram por suas bochechas e ele se virou para olhar nos olhos do mais velho.

— Não sei o que fiz para ter alguém como você. Isso tudo é demais.

— Eu deveria ser o único a dizer isso, Hobi. Você foi o maior presente que eu recebi e vou cuidar de você e do nosso bebê.

— Eu te amo muito, Yoon.

— Eu te amo mais.

Yoongi capturou lentamente os lábios do Jung em uma dança lenta que apenas os dois sabiam.

Uma segunda chance ao amor (Yoonseok/Sope)Onde histórias criam vida. Descubra agora