Capítulo 10 - Novo começo (Parte 1)

1.8K 300 145
                                    

Hoseok se arrastava em direção a sua casa. Assim como o que estava sentindo em seu coração, a casa que possuía parecia vazia. De repente, ele não queria entrar.

Fazia uma semana desde que viu Yoongi pela última vez e  o medo de ficar sozinho novamente o assombrava. Ele costumava estar sozinho desde a fatídica noite onde tudo desandou mas, saber que o médico não estaria mais em sua casa realmente o assustava.

— Você merece, estúpido! Ele foi embora porque não conseguia mais suportar a dor que você estava sempre dando a ele. — Hoseok murmurou com raiva para si mesmo. Ainda estava parado na frente de sua casa quando um carro preto parou próximo a si. Ele arqueou as sobrancelhas em confusão, enquanto observava atentamente a pessoa que sairia do carro.

Uma jovem bonita e sofisticada desceu e caminhou em sua direção. Ela era alta e tinha cara de boneca, fazendo-o se perguntar se ela era uma idol ou atriz.

— Você é Jung Hoseok?

O ruivo acenou com a cabeça.

— Sim. O que deseja?

— Eu sou Seo Joohyun, noiva de Min Yoongi. — a mulher respondeu com confiança.

Hope pensou ter ouvido errado mas, a mulher continuou o falatório.

— Meu guarda-costas encontrou seu endereço e me disse que viu o Yoongi oppa vir pra cá. Por acaso você sabe onde o meu noivo está? Ele tem ignorado minhas ligações e, não estava indo para sua casa.

Hoseok pode ouvir seu coração se partindo em pedaços. Por que Yoongi manteve sua namorada em segredo?

— Eu...eu não tenho nenhuma ideia de seu paradeiro. — ele disse enquanto tentava engolir o bolo invisível em sua garganta.

— Realmente? Porque pelo que eu ouvi, meu noivo sempre dorme aqui. Por acaso está tendo um caso com ele? — Joohyun o perguntou de forma minuciosa e Hope não soube o que dizer. Sentia como se todas as palavras estivessem presas em sua garganta. — Oh! Mesmo se tiver, não importa porque eu sei que o Yoongi oppa não vai se apaixonar por alguém como você. Você não pode dar a ele o que eu posso.

Hoseok cerrou os punhos. Ele podia sentir o olhar crítico e debochado que Joohyun estava jogando-o.

— Seo Joohyun, você se julga tão bonita. Mas suas atitudes feias a fazem parecer horrível aos meus olhos.

— O que disse? — Joohyun gritou, o rosto branco rapidamente ganhando a cor avermelha.

— Você me ouviu. É tão rápida para julgar que seus insultos só provam que seu cérebro é muito menor do que o de um passarinho.

Joohyun arregalou os olhos e estava prestes a dar um tapa em si, mas Hobi foi rápido em agarrar seu pulso.

— Você está na frente da minha casa garota. Posso processá-la se quiser. Agora saia daqui antes que eu chame a polícia.

Joohyun puxou severamente seu pulso antes de bufar, furiosa.

— Você vai se arrepender disso Jung! — ela ameaçou.

— O que você pode fazer? Me matar? Me caçar? Por favor. Não pense que pode me assustar com suas ameaças infantis. — ele respondeu zombeteiro.

— Vá se foder! — Joohyun gritou de raiva.

— Não se preocupe, seu noivo já fez isso por mim, inúmeras vezes aliás.

A mulher ficou pasma, fazendo-o sorrir com a vitória.

— Muito desprazer em conhecê-la, Seo Joohyun. — Hoseok disse antes de entrar em sua casa.

Assim que entrou, ele apoiou as costas na porta e fechou os olhos, sentindo seus joelhos enfraquecerem. Hope se permitiu deslizar pelo chão e enterrou o rosto entre os joelhos. O ar frio ao redor começando a atormentá-lo com calafrios. Seus olhos arderam por causa das lágrimas que derramava. Ele se permitiu chorar até que sua cabeça começou a doer e logo o sono dominou.

Uma segunda chance ao amor (Yoonseok/Sope)Onde histórias criam vida. Descubra agora