Capítulo 8 - Wolf Pack

170 19 43

Oops! This image does not follow our content guidelines. To continue publishing, please remove it or upload a different image.


Já havia escurecido e um grupo com três vampiros seguiam na direção dos lobos. A vampira corria na frente e olhava a todo tempo para o equipamento que os guiava.

Ela sinalizara com a mão e todos pousaram em uma árvore.

— Estamos perto, ao que tudo indica, eles entraram naquela caverna. — ela apontara com o dedo e continuou. — Muita cautela... Desta vez enfrentaremos uma alcateia como daquela vez...

— Já sabemos Megan, isolar os fracos e blá, blá, blá... — respondeu Thomas, que possuía um cabelo levemente aparado, com aparência de um jovem de vinte e poucos anos.

— Você falando assim parece fácil, mas em grupos eles são mais fortes, seu idiota!

— Que seja, mas irão tudo virar casacos de peles de qualquer modo...

— Quietos! — ordenou Michael. — Escutei algo vindo lá de dentro... Definitivamente estão lá...

— Será que os filhotes estão com eles? — perguntou Megan.

— Que se danem essas drogas de filhotes, vamos acabar com todos! — respondeu Thomas.

— Precisamos dos filhotes vivos, se os matar, eu mesmo acabo com você! — afirmou Michael.

Thomas ficou quieto após a ameaça e Michael continuou.

— Já os demais lobos, vocês tem permissão para eliminá-los.

Auron despertara de seu longo cochilo. Inquieto e com fome começou a procurar por alguma abertura entre a árvore e a grande rocha em que Jenny e Allec os haviam prendido.

Noru despertou com o uivo desajeitado do irmão que clamava por ajuda familiar e resolveu se juntar a ele. Eles estavam em um bosque bem próximos de várias residências, pois caso eles não retornassem, algum morador poderia encontrá-los mais cedo ou mais tarde.

— Essa caverna é bem longa... — sussurrou Thomas.

— Quieto, eles podem nos ouvir! — sussurrou Megan.

De repente os três pararam ao avistar a garotinha de cabelos castanhos, encolhida e abraçando os próprios joelhos logo à frente de costas para eles.

— É uma dos que fugiram! — afirmou Megan, que se surpreendeu pelo empurrão de Michael para alguns metros à frente e por muito pouco os lobos não os havia esmagado, pois encontravam-se escondidos nas rochas pontiagudas no teto. — Desgraçados... — resmungou a vampira ao se recuperar do susto.

John soltara um riso e disse.

— Desculpe por assustá-los, não era nossa intenção...

— Vejo que será uma luta justa... — disse Allec.

— Apenas entreguem os filhotes e iremos embora... Daí ninguém se machuca! — afirmou Michael.

— Já pensou no absurdo que está dizendo? Nenhum pai entregaria os próprios filhos nas mãos de sanguinários como vocês! — John rosnou e gritou. — Agora Rebeca!

BloodLycan - A Saga dos irmãos Mool - Parte 2Leia esta história GRATUITAMENTE!