x 33 x

1.6K 163 13
                                    

Rosé olhou-me, surpresa.
- Como você sabe? - perguntei ela
- Porque você é minha priminha. - disse eu - Eu sei quando você está triste ou não. E você está muito triste. - seus olhos marejaram - E u nem sei porque, já que hoje é o seu dia.
- Meu dia? - Rosé perguntou, confusa
- Sim! - respondi - Você não se lembra?! - ela negou com a cabeça - Não acredito que eu vou ter que contar a história.

X 11 anos atrás X

- É melhor você correr!
- Não ouse Hanbin!
  Eu e Rosé corriamos pela neve o mais rápido que conseguiamos. Ela fugia de mim, que tinha uma enorme bola de neve em mãos.
- Você não vai escapar! - ameacei ela, que ria enquanto acelerava sua corrida.
  Brincamos ali o dia inteiro, nada nos parava.
  Eu havia levado Rosé a força para brincar lado fora, já que a mesma queria ficar dentro de casa, sofrendo por causa da morte de seu amado cachorrinho. Quis mostrar para a menor que, mesmo em dias tristes, ainda podemos dar risada, podemos transformar as lágrimas de tristeza em lágrimas em sorrisos.
  Após esse dia, sempre que nevava, Rosé ia me visitar, e brincávamos o dia inteiro... Transformando um dia feio em momentos bonitos.

XXX

- Ah, é verdade! - Rosé sorriu ao se lembrar - Você me fez sentir muito bem aquele dia. Me fez até esquecervo da morte do pequeno Toby.
- Viu! - disse eu - Eu vou sempre estar aqui para transformar seus dias feios em momentos bonitos!
- Eu sei Han... - agradeceu ela, me abraçando - Obrigada.
  Nos separamos delicadamente. Depois, perguntei à ela:
- Então, o que anda te deixando tão triste Pasta?
  Ela olhou para o lago, talvez decidindo se deveria contar ou não.
- Você sabe que pode confiar em mim, Rosé - garanti.
- Bom... - começou ela, voltando seu olhar para mim - Eu acho que... Que...
- Que? - incentivei-a a contar.
- Eu acho que estou gostando de uma garota.

X Cotton Candy X Chaelisa XOnde as histórias ganham vida. Descobre agora