[Louis POV.]

Liam e eu passamos o tempo conversando enquanto Niall e Harry dormiam profundamente.

Mesmo que o aperto da mão de Harry sobre a minha tenha afrouxado, mantive nossos dedos unidos. Ter a mão do menino sobre a minha era uma garantia reconfortante de que ele não tinha me deixado para sempre.

Depois de dirigir pelo que pareceram ser oito horas, mas foram apenas quatro, finalmente chegamos à casa da minha mãe. Eu não tenho coração para acordar o menino de cabelos cacheados ainda, então simplesmente saí para descarregar as malas.

Liam me seguiu, mas Niall acordou em seguida, acho que ele percebeu que perdeu seu travesseiro e se arrastou para fora do carro completamente sonolento, puxando seu gorro na cabeça.

Conforme fui tirando as malas do bagageiro, Liam rapidamente foi até Niall para ajudá-lo a esconder sua cauda: “Eu estou surpreso que a sua família não veio correndo porta a fora ainda.”

“Ah,” Eu ri. “Eu não quis dizer que estávamos chegando. E as meninas provavelmente estão fazendo sua lição de casa, de qualquer maneira. Mamãe sempre diz que é a primeira prioridade.”

Liam pegou a sua mala e a de Niall, porém Niall me surpreendeu de forma sonolenta me ajudando com a minha, “Vá pegar o seu gato.”

Revirei os olhos para ele, mas dei um tapinha em seu braço, “Obrigado Nialler.”

Eu vi meus amigos levarem as malas para a casa, e Liam pousou uma mala no chão para bater na porta. A mais velha das minhas irmãs, Lottie, que tinha 14 anos, abriu a porta e soltou um estridente: “Liam! Niall!”

Ela estava os abraçando antes que eles tivessem a chance de entrar, e seu grito alto havia alertado o resto da família para a porta. Eu puxei suavemente gorro de Harry em sua cabeça, soltei o cinto de segurança e estava prestes a levantá-lo em meus braços, quando seus olhos se abriram.

“L-Louis?” ele murmurou.

“Ei, gatinho!” Eu sussurrei alegremente. “Você está pronto para conhecer a minha família?”

“A-agora?” ele chiou, lutando para me agarrar, mas por medo.

“Calma, amor.” Eu o acalmava. “Eles vão te amar! Assim eles podem saber que estamos juntos, ok? Mas não tire seu gorro... E...” Quebrei a cabeça, sabendo que eu tinha apenas uma quantidade limitada de tempo antes que os gritos da casa se virassem para mim. “Hm, em breve as minhas irmãs, provavelmente, vão me abraçar. Então elas vão perguntar quem você é e eu vou dizer, ok?”

“E... L-Louis ainda v-vai me a-amar s-se elas n-não g-gostarem de Harry?” ele perguntou pela segunda vez.

“Claro que eu ainda vou te amar.” eu dei um beijo na sua testa e peguei sua mão. “Vamos.”

Harry ficou praticamente prensado a mim enquanto caminhávamos na direção da casa.

Quando chegamos à entrada, Daisy e Phoebe, minhas irmãs gêmeas de 8 anos, saíram correndo pela porta da frente e se lançaram em mim. Eu fui forçado a largar a mão de Harry para abraçar a dupla avassaladora.

“Lou!” elas gritavam.

“Nós não te vemos faz séculos!” Daisy exclamou. “Adivinha o que eu tenho-”

Daisy congelou seu olhar caindo sobre Harry. Phoebe me fitou e depois encarou Harry: “Quem é você?”

Harry empalideceu, por isso pegou meu braço, aproximando-se de mim: “Este é o Harry... Ele é... O meu namorado.”

Uniquely Perfect ~ Portuguese Version [Book 1]Leia esta história GRATUITAMENTE!