00

2.2K 320 225
                                    

"Se, de fato, sou culpado de ter feito algo que mereça pena de morte, não me recuso a morrer. Mas, se as acusações feitas contra mim não são verdadeiras, ninguém tem o direito de me entregar a eles."

Apóstolos 25:11

Louis Tomlinson {POV}

O sangue escoria pelos meus dedos, secando em baixo das minhas unhas.

Conseguia sentir a poça aumentando embaixo dos meus pés enquanto observava o corpo do homem que um dia jurei amar, perder a vida diante dos meus olhos, sem que eu, sequer, movesse um musculo para impedir.

Gostaria de dizer que foi por estar paralisado pelo choque que me recusei a salvar ele, mas estaria mentindo, mentindo para mim mesmo, não quero salva-lo, prefiro assistir, enquanto sua respiração se torna fraca, e seu corpo anseia por cada possível molécula de oxigênio que consiga puxar, quero observar atentamente, seu sangue secando no chão, se transformando em nada menos do que uma mancha no meu carpete.

É assustador o prazer e felicidade que cresce pelo meu corpo quando fecho seus olhos sem vida, quando me viro até onde costumava ser nosso antigo quarto, passando pelo cadáver jogado em cima da cama, em busca da mala de dinheiro, que sei, que ele guardava embaixo das tabuas do guarda roupa.

Tranco a porta da casa como se estivesse saindo para mais um dia comum de trabalho, e me despeso, uma ultima vez, do corpo do homem responsável por arruinar a minha vida.

SINNER | l.sOnde histórias criam vida. Descubra agora