Pesquisa Espacial

31 5 1


Que sensação de enjoo estranha... Ai minha cabeça...

- Quê?!

Estou amarrado? Que lugar é esse!? Muita luz...

"Tenha calma, você está saudável."

- Como assim? Que voz é essa?

Eu só me lembro de ter pego a BR pra ir pra casa e...

"Está tudo bem."

- Quem é você? O que faço aqui?"

"Sou um ET, estou aqui para fazer umas pesquisas."

- Que merda de ET que nada! Nunca ouvi falar de ET falando assim!

"Não saquei."

- Ó só! Como peste um ET fala português?"

"É difícil de entender. Esta sala modula minha telepatia para significados, depois traduz para a língua de cada um usando nossos próprios vocabulários. Assim eu entendo o que você fala e vice-versa."

- Peixe babel...

"Não é um peixe, é tecnologia na sala."

- Peraí! Você é um ET!? E me abduziu?!

"Para minha pesquisa de campo preciso entender o que é esse tal de Natal. O que é isso?"

- Pô, é sério isso é?

"Sim."

- Por que eu ajudaria?

"Eu tenho um companheiro que estuda biologia e está fazendo uns experimentos no seu planeta. Você pode escolher com que projeto colaborar."

- Tá bom. Depois você me libera?

"Certamente."

- Tá, Natal é um dia em que se comemora o nascimento de Jesus.

"Uma festa de aniversário global?"

- Mais ou menos...

"E onde mora esse Jesus?"

- Ah, já morreu faz uns 2 mil anos.

"Então acho que não entendi direito o que é uma festa de aniversário... Tudo bem, e os presentes?

- Presentes?

"Por que as pessoas dão presentes umas paras as outras? É porque esse Jesus não está vivo pra receber os presentes da sua festa?"

- Não, é que... Tipo, quando Jesus nasceu, vieram três reis magos e trouxeram presentes para ele.

"Entendi. Eles vestiam aquelas roupas quentes vermelhas. As pessoas ficaram com inveja de Jesus e quiseram receber também presentes, criando o Natal."

- Não. Não! Nada a ver... Posso ir agora?

"O que não tem a ver?"

- Nada! Tem nada a ver esse lance de inveja! E a roupa, pelo menos no presépio, é outra.

"Então por que trocam presentes"?

- É um costume. Só isso. O Papai Noel dá os presentes.

"Para todo mundo?"

- Sim.

"Do mundo inteiro?"

- Claro!

"E onde eu encontro esse Papai Noel, gostaria de conhecer a tecnologia que ele utiliza."

- Quê? Não! Papai Noel não existe!

"Não existe? Isso está ficando cada vez mais confuso."

- É, olha: Papai Noel é só uma imagem e quem compra os presentes são as pessoas.

"Certo. E assim se garante que cada pessoa da Terra ganhe um presente. Um esforço interessante de organização social."

- Mas nem todo mundo ganha presente. A gente só compra pra pessoas próximas. Pros filhos, irmãos...

"E o que costumam ser exatamente esses presentes?"

- Sei lá, qualquer coisa! Um filme, uma roupa, brinquedo...

"Algo que a pessoa esteja necessitando..."

- Não. É só para marcar o dia mesmo.

"Então esse Papai Noel e esse Jesus são uma desculpa para que exista comércio."

- Olha, falando assim parece muito duro, mas... Vocês não tem Natal?

"O que você acha?"

- É mesmo, né? Pergunta idiota a minha!

"Você já pode ir, mas não vai se lembrar de nada do que aconteceu aqui."

Caramba! Estou no acostamento. Cara, a turma não vai acreditar nessa história! Será que foi um sonho? Deve ter falhado o neutralizador neural deles. Agora fiquei curioso. Eles não tem Natal, mas será que tem datas comemorativas? Personalidades? Que droga! Como eu descubro isso? Se eu for na faculdade consigo investimento para fazer um projeto de pesquisa desses também?

Pesquisa EspacialLeia esta história GRATUITAMENTE!