0x0

10.3K 992 2.1K



Acordei com Zayn abrindo as cortinas do meu quarto, ele sempre fazia isso, era um ritual para ele.

Algumas pessoas acordam, se espreguiçam, bocejam e vão ao banheiro. Zayn faz tudo isso, mas se ele não abrir as cortinas do meu quarto para eu acordar acho que sua manhã não está completa.

- Bom dia Lou!

Meu amigo disse sorrindo, ele ainda estava de pijamas, ou seja, vestia apenas uma calça de moletom da adidas.

- Não me acorde nunca mais, - cobri meu rosto - me dê mais cinco minutos.

- Que frase confusa, é para te acordar daqui cinco minutos ou nunca mais? - ele disse com sua voz já pronta para o dia.

- Sai do meu quarto!

- Acorda logo, hoje é o dia meu querido e temos uma mulher aflita na cozinha.

Senti o cheiro dos ovos, estralando na frigideira, e logo cai na real.

Hoje era o dia.

Tudo iria mudar hoje.

Me sentei na cama e observei o corpo desnudo e magro de Zayn sair do meu quarto. Me espreguicei e bocejei ao mesmo tempo, eu estava cansado, trabalhar me deixa cansado.

Procurei minha blusa jogada no chão do quarto, ao lado de minha cama, a vesti e sai em direção a sala. Zayn estava sentado no sofá e assistia o jornal matinal na televisão retangular embutida na parede.

Me sentei ao seu lado e estiquei a mão a fim de pegar a caneca de chá que o moreno tomava, e assim foi feito, ele me passou a caneca e eu tomei um pouco de seu chá.

- Quando vão começar as transferências? - perguntei Zayn e ele apontou para a grande tela retangular.

''Hoje, dia 25 de Janeiro de 2055, irá ao ar o programa da ONU com a finalidade de ingressar ex-presidiários na sociedade. Londres está entre as cidades a dar impulso a esse programa, a transferência dos cidadãos começará ás 17:30. Tenha em mãos seu cartão de identificação quando acontecer a transferência...''

- Eu não acredito que vamos receber um presidiário em nosso apartamento.- Lauren disse aflita.

Eu e Zayn voltamos nosso corpo para trás a fim de encarar a menina, ignorando completamente as informações da jornalista do jornal matinal. Lauren estava pronta para ir trabalhar - no canal 4music - e sua expressão era de horror.

- Ex-presidiário! - Zayn ressaltou.

- Mesmo assim, é um horror, eu não consigo entender isso! - ela jogou as mãos para o alto e voltou para cozinha.

Quando eu vejo o que as pessoas pensavam que séria o futuro juro que tento não rir na cara delas. O futuro não é tão diferente do passado.

Não fomos separados por distritos igual no livro Jogos Vorazes, e nem em facções igual eu li em Divergente. Estávamos vivendo normalmente, poucas coisas haviam realmente mudado, algumas nem tão drasticamente - como o formato da televisão - e outras que geraram revolta.

E esse é um dos componentes para o que iria acontecer hoje.

O conceito de família havia sido estabelecido depois te tantos anos, e agora era um conceito que era mundial.Todos os países do mundo deveriam aderir a nova lei, os mais rebeldes ainda continuavam com suas idéias severas, mas a maioria dos países já adotavam a lei.

Família hoje em dia poderia ser uma mulher e seus dez gatos, um homem e sua filha, duas mulheres e um cachorro ou então três pessoas que morassem juntas a mais de cinco anos.

prisoner // harryelouisWhere stories live. Discover now