"Me entenda. Eu não sou como um mundo comum. Eu tenho a minha loucura, eu vivo em outra dimensão e eu não tenho tempo para coisas que não têm alma".

Charles Bukowski me definiu, sou bem isso mesmo, sou bagunçado, distraído, desastrado, nada comum, mas como já dizia William Shakespeare, enquanto houver um louco, um poeta e um amante haverá sonho, amor e fantasia. E enquanto houver sonho, amor e fantasia, haverá esperança.
  • JoinedJuly 19, 2015




Stories by Pedro Monteiro
O DEMONIO DA RUA TAMARU by PedroMonteiro121
O DEMONIO DA RUA TAMARU
Algumas batalhas precisam ser vencidas custe o que custar...
ranking #10 in possessão See all rankings
O ESTRANHO by PedroMonteiro121
O ESTRANHO
A Trajetória de um menino nascido no coração da floresta amazônica, que veio ao mundo através do ritual de um...
CRÔNICAS DE UM SOCIOPATA REABILITADO by PedroMonteiro121
CRÔNICAS DE UM SOCIOPATA REABILITA...
Quando sentir não é opção, devemos aprender a fingir ainda ter alma?
ranking #96 in obscuro See all rankings
1 Reading List