✰︎1✰︎

1.1K 90 102
                                    

— Boa sorte no seu primeiro dia minha filha! — a mãe de Nari grita para ela escutar

Ops! Esta imagem não segue as nossas directrizes de conteúdo. Para continuares a publicar, por favor, remova-a ou carrega uma imagem diferente.

— Boa sorte no seu primeiro dia minha filha! — a mãe de Nari grita para ela escutar.

Nari e sua família haviam se mudado para Seoul há pouco tempo.
Ela estava nervosa e eufórica, pensando como seria seu primeiro dia de aula na nova escola, já tinha criado várias histórias para se acalmar antes.

— Não, não, não! — Suspira olhando o ônibus ir embora sem ela, ela consideraria isso como um primeiro sinal de azar, mas sua animação para entrar em um café famoso de Seul, a fez esquecer tudo.

— Obrigada moça — Nari soltou o seu melhor sorriso e mais simpático para a atendente.

Ao pegar seu café ela sem querer se esbarra em um garoto que estava logo atrás dela, apesar de estar um pouco dispersa olhando para o redor do local, ela arregala os olhos olhando o estudante furioso a sua frente.

— Oh! Desculpe — observa que a farda dele estava molhada —Estudamos na mesma escola então...

— OLHA O QUE VOCÊ FEZ! — grita o mais alto com raiva.

Já se ouvia sussurros.
"Que grosso!" "Os pais dele morreram por sua causa?" "Agora eu entendo os pais dele" "Ainda bem que meu filho não faz amizade com esse tipo" "ele merecia morrer em vez dos pais"

"Merece morrer" De todas as palavras mais horríveis já ouvidas essa é a que mais machuca Lim JaeBeom.

Sem pensar algo ele corre.
Nari tenta ir atrás por preocupação, mas a impedem.

— É melhor você não ir, sabe lá o que ele pode fazer com você. — Uma mulher um pouco mais velha, segura o braço de Nari e a olha aconselhando.

Essas palavras deixavam Kim Nari curiosa. Em meio de um suspiro longo olhando o garoto correr, ela pensou o porquê trataram ele assim?

(...)

Nari

— Olá eu me chamo Kim Nari —faço reverência olhando para a grande quantidade de pessoas na sala. O que me deixou nervosa por estar sendo observada por vários pares de olhos.

— Cuidem bem dela alunos! — O professor sai da sala e dá batidinhas em meu ombro.

Caminho até a banca vazia quase na parte do fundo da sala. Depois que o professor saiu, todos os alunos saíram de seus lugares e foram para falar com seus amigos.

— Olá eu me chamo Lia! — Uma garota ao meu lado me cumprimenta, eu posso confessar que sua beleza era estonteante, sem contar o seu sorriso que fazia seus olhinhos ficarem minúsculos, seus cabelos longos e escuros eram iluminados pelo sol que passava na janela.

— Olá — sorrio de volta encantada.

Algum tempo depois o professor de geografia chegou e começou a aula.
Durante ela, quase no fim, o garoto que eu vi no café apareceu. Ele estava com a mesma farda, suja de café, parecia não se importar por estar daquela forma. As pessoas sussurravam em som inaudível, certamente estavam falando mal dele, assim como as pessoas no café.

— Atrasado de novo senhor Lim. — o professor o repreende, mas não dá muita importância e volta a copiar no quadro.

Ele não fala nada, somente senta em sua carteira e encosta a cabeça. Continuo olhando para ele, e esqueço a aula, uma parte de mim me deixava curiosa, e outra me deixava com pena.

No outro dia~

Já era manhã novamente, o dia estava mais ensolarado e quente que ontem, finalmente consegui pegar o primeiro ônibus. Suspirei de alívio pagando com o meu cartãozinho, a minha entrada.

Passo os olhos no local, e encontro um rosto familiar, o mesmo garoto de antes. Vou logo me sentar com ele, porém sou recebida com um olhar fuminante.

— Desculpa por ter derramado café na sua farda — Procuro algum vestígio da sujeira em sua farda, mas parecia que ele comprou uma nova.

— Se eu fosse você não sentaria comigo aqui — Ignora meu pedido de desculpas e aponta para as pessoas nos olhando.

Abaixo os olhos por ouvir coisas que nem devia ter ouvido, e olha que não eram comigo. Olho brevemente para o garoto ao meu lado, ele permanecia com uma expressão normal, parecia que ele estava acostumado com essa rotina. As pessoas são tão cruéis por tratar um adolescente assim...

»»————>

Recomendação de música:

--------------

E aí pessoal? O que acharam do primeiro capítulo? Não se esqueçam de sempre darem o feedback do capítulo, isso sempre me ajuda a melhorar!

Votem e comentem muito, amo vocês!!❤️

Até a próxima!

Demons | Jay b Got7Onde as histórias ganham vida. Descobre agora