Aluna nova, nova vítima.

16 1 0

Acordei com o som irritante do meu despertador, o relógio marcava as 7 da manhã. É incrível como estes últimos dias de férias passaram a correr, e ainda não acredito que desperdicei um desses dias a aturar o otário do Harry.

Com muito esforço levantei-me da cama e segui caminho até á casa-de-banho. Quando lá cheguei, liguei a água e deixei a banheira encher.. Enquanto a água corria tirei um tempo para me olhar ao espelho e analisar a minha cara, sinceramente, pensei que estivesse com pior aspeto.

Quando a banheira já estava praticamente cheia, deslizei o pijama pelo meu corpo retirando-o por completo, e entrei dentro da mesma.

Já devia estar na banheira á uma boa meia hora e se não fosse a minha mãe ficava lá muito mais tempo..

-SCARLETT DESPACHA-TE ! - ouvi a minha mãe gritar do andar de baixo.

Estava demasiado cansada para lhe responder por isso apenas me dirigi de volta ao quarto para acabar de me preparar. Vesti uns calções cinta subida de ganga claro, uma camisola preta e as minhas converse brancas. Deixei o meu cabelo solto, adicionei-lhe um pouco de gel para o deixar com um ar um pouco despenteado, e por fim apliquei um pouco (porque não gosto muito de usar) de maquilhagem.

Dirigi-me ao andar de baixo, onde já se encontravam sentados á mesa a minha mãe e o meu pai.

Poucas palavras foram trocadas apenas um cansado mas ainda assim amigável "Bom dia" por parte da minha mãe e um rude e curto "Despacha-te senão chegas atrasada" do meu pai.

Não tinha fome por isso decidi saltar o pequeno-almoço dirigindo logo á porta de entrada, antes de sair peguei no meu casaco e despedi-me dos meus pais.

Como ainda estávamos num daqueles dias de final de Verão o sol e o calor ainda estavam presentes por isso decidi ir a pé para a escola, coloquei os fones nos ouvidos e fiz caminho até á escola ao som dos "The Neighborhood". Após uns bons 20 a 25 minutos de caminhada, finalmente cheguei ao Inferno, também designado por Secundário. Várias olhares pousaram êm mim, mas também.. quem os pode culpar? Aluna nova, nova vítima.

Dirigi-me á secretaria para ir buscar o meu horário mas quando lá cheguei deparei-me com uma figura muito conhecida que estava para mesmo á minha frente, provavelmente também á espera do seu horário.

- Di ?

- Ah? - Virou-se para mim -SCAR! Finalmente, já pensava que te ias baldar logo no primeiro dia! - Dirigiu-se a mim e abraçou-me.

- Não foi por não querer.. foi mais por não querer deixar-te sozinha minha Batata Frita! - deslarguei-me nela e agarrei o meu horário.

Ela fez o mesmo e pegou no seu horário, depois de olhar-mos com atenção para o que nele estava olhamos uma para a outra até que a Diana arruína o silêncio que pairava no ar com um ataque de histeria.

- YEY ! Estamos na mesma turma! - Gritou com muito,  secalhar até demasiado, entusiasmo.

- Fixe. Bem, vamos masé procurar a sala. - Coloquei o meu braço por cima dos seus ombros enquanto caminhávamos pelo corredor. - E sei lá.. quem sabe até encontremos alguns gajos bons pelo caminho - Disse e ambas rimos.

         ------------ # -------------

Não tive tempo de rever o capítulo, se tiver erros avisem!  quando tiver tempo eu corrijo-os!

Lots of Love my POTATOOOOS :)

Road to HimLeia esta história GRATUITAMENTE!