Prologo 💌 O diabo 💌

2.4K 173 613
                                    


Atualmente:

Harry estava sempre se perguntando como o seu futuro seria.

- Bom Dia, Sr Styles - Cumprimenta um dos funcionários da empresa, assim que Harry deixa o elevador.

Era mais um dia normal de sua vida rotineira. Acordar bem cedo, após poucas horas de sono, deixar o café pronto para seu noivo e então ir para a empresa na qual trabalha.

- Bom Dia! - Responde sinceramente, com um sorriso singelo estampado no rosto.

Ele se formou na escola perfeita, para desenvolver plenamente o seu potencial e realizar seus sonhos e objetivos. Porém, infelizmente, não foi isso que aconteceu.

- Bravo! - O chefe de Harry o elogiou, assim que o viu se aproximar. Batendo palmas junto de mais outros funcionários - O negocio foi muito bem lucrativo e ele foi finalmente assinado por nós!

Harry sorriu envergonhado e orgulhoso de si próprio, enquanto recebia uma taça de champanhe, sendo rodeado por seus colegas de trabalho.

- Ouçam, vocês devem aprender mais com Harry - Dizia seu chefe, apertando seu ombro, com um brilho nos olhos já enrugados pela velhice. - Faça tudo o que puderem pela empresa. Parabéns!

Elogiou e então todos brindaram, parabenizando o cacheado.

- Obrigado! - Harry agradeceu, com um sorriso enorme no rosto, brindando com todos os funcionários a sua volta.

- O que é isso? - Disse uma estagiaria ao ver o anel brilhante em seu dedo anelar da mão direita. - É tão lindo e brilhante. Parabéns!

- Obrigado - Agradeceu novamente, encolhendo os ombros. Mesmo depois de tanto tempo, ainda corava facilmente.

- Boas noticias em dobro! - Outro colega de trabalho elogiou, enquanto todos batiam palmas e parabenizavam a Harry, que apenas agradecia e sorria, tentando não demonstrar seus reais sentimentos estampados em seus olhos.

Ninguém percebia ou talvez nem se importassem.

Ele tem um relacionamento perfeito e sua vida está brilhando como um diamante. Isso é o que ele tenta todos os dias colocar em sua cabeça, assim que acorda de manhã e assim que se deita. No começo dava certo, mas com passar do tempo, ele simplesmente não conseguia acreditar em si próprio.

Harry agora se encontrava em sua mesa, digitando sem parar no computador. Seus pés calçavam um chinelo, enquanto ao lado dos mesmos, estavam seus sapatos sociais jogados.

- Harry? - Chamou a estagiaria de cabelos pretos e longos, que o ajudava. - Podemos ir agora? Está tão tarde.

Ela estava cansada e com sono, assim como seus dois amigos e também ajudantes de Harry.

- Claro - Respondeu sorrindo, sem demonstrar seu cansaço. - Podem ir.

Enquanto se arrumavam para sair, o celular de Harry tocou. Ele rapidamente o atendeu.

- Alo? - Perguntou após um bocejo.

- Porque diabos ainda não está no restaurante? - Seu noivo perguntou, enraivecido. - Estou esperando já faz cinco minutos!

Droga. Mil vezes Droga.

- Desculpe! - Pediu, olhando as horas no relógio em seu pulso e constatando o quão atrasado estava - Estou indo agora!

- Se não chegar em cinco minutos, irei embora - Retrucou, grosseiramente.

- Não é tempo o suficiente - Harry se desesperou, piscando atônico - Levarei meia hora para chegar ai!

Our TimesOnde as histórias ganham vida. Descobre agora