meant just for you

565 80 24
                                    


três meses de namoro.

louis não sabe cozinhar. não o leve a mal, ele é esforçado. cozinhar só não é realmente o seu forte. então quando ele liga para sua mãe, pedindo ajuda em como fazer um prato super elaborado, jay não pode evitar a preocupação que a invade.

"não, mamãe, não quero que você venha aqui cozinhar", disse quando jay insistiu pelo que parecia a décima vez. "eu quero fazer um jantar para o harry."

"lou, meu filho, você não acha melhor deixar harry fazer a comida?"

"não, mãe! aí perderia o sentido", tentou explicar. ele sabia que johannah se preocupava, mas sinceramente. "tem necessidade dessa preocupação toda?", perguntou exasperado.

"bom, você meio que tem um histórico, meu filho", explicou sem jeito. "lembra quando você tentou fazer muffins e eles viraram carvão? eram muffins prontos, era só aquecer", reforçou.

"tudo bem, tudo bem", suspirou. "eu só queria ser romântico."

"o que não fazemos em nome do amor, não é mesmo?" perguntou e louis podia ouvir o sorriso na voz dela, então soube que ela o ajudaria. "bom, você deve fazer o seguinte..."


algumas horas depois, tinha uma refeição completa sobre seu fogão. louis já tinha tomado banho, colocado uma roupa e arrumado a mesa, só faltava harry.

os olhos azuis encararam a decoração de centro de mesa e louis se amaldiçoou por ter esquecido de comprar flores para encher o vaso e enriquecer a decoração. debateu internamente se ainda teria tempo de ir comprar um buquê em alguma loja de conveniência, mas foi interrompido por uma batida na porta.

abriu a porta, revelando harry, com suas botas chelsea, suas camisas estampadas de botão de manga curta e jeans skinny preto. harry, com seus olhos verdes apaixonantes e seu sorriso adornado por covinhas. e principalmente, como se ele conhecesse louis mais que qualquer um, um buquê em mãos. recebeu o buquê e um beijo casto em seus lábios, sentindo borboletas no estômago.

colocou o buquê no vaso no centro da mesa e sorriu satisfeito. ele e harry realmente faziam um bom time.

"muito obrigado pelas flores", agradeceu, olhando satisfeito para o arranjo no centro da mesa. "quer ver o que tem pro jantar? fiz especialmente pra você."

"de nada, babe" sorriu. "preciso te dizer que eu estou morto de fome, então eu tô realmente ansioso pra esse jantar"

"eu fiz um frango recheado com queijo e enrolado com presunto de parma" apontou para uma das travessas sobre a mesa, "e purê de batatas" apontou para a outra.

"chique", harry comentou, olhando tudo com os olhos verdes atentos. "parece bom."

quando finalmente se sentaram para comer e louis pode provar sua comida, ele achou tudo um lixo, já que ele era um péssimo cozinheiro. passou toda a refeição reclamando e se arrependendo de fazer harry passar por isso.

mas harry elogiou a comida do início ao fim. mesmo quando louis apontou todos os defeitos, harry apenas sorriu, elogiou de novo, pontuando diversas partes que ele gostou e agradeceu pela comida.

harry já fazia seu coração tremelicar dentro do peito. mas dessa vez foi algo completamente diferente.

to be loved and to be in loveOnde as histórias ganham vida. Descobre agora