on the way home Cap.2

2 0 0
                                    

  Consegui com que o motorista fosse me pegar em frente ao Starbucks. Decidi tomar um chá de frutas vermelhas antes, como eu disse, não sou muito fã de café, mas mesmo que eu estivesse em outro país o gosto ainda era o mesmo e o lugar era bem aconchegante.
Olhei para fora das janelas da loja e vi um Ranger Rover branco em frente o estabelecimento. Já vi um dos motorizastes da minha mãe usando esse mesmo carro, então peguei minhas coisas indo em direção ao carro saindo da cafeteria.
Entrei dentro do carro e me sentei atrás do banco do motorista onde ele não podia me ver. Vi isso na internet, me faz me sentir mais confortável.
— Como foi a viajem?— o homem a minha frente disse.
Achei bem estranho, já que geralmente os funcionários da minha mãe são pagos para ficarem calados.
Quer dizer, o único que quebra essas regras é o meu motorista Peni, somos amigos então disse pra ele não fazer isso. Aquele claramente não era o Peni, mas respondi para ser educada.
— Tranquila, obrigado! — o homem imediatamente direcionou o espelho pendurado no teto do carro para mim com os olhos arregalados parecendo que tomou um baita de um susto.
— Quem é você? — disse confuso.
Eu estava mas confusa que ele.
— Como? Você não é o motorista da minha mãe?! — perguntei.
— Perdão senhorita, mas estou apenas esperando meu filho. — Oque!! Tá de sacanagem Emma!? Se desculpe e saída daí logo!
Antes que pudesse me desculpar vi alguém entrando no carro e...NÃO É POSSÍVEL!!! Oque o moleque do avião faz aqui!?!!
— Iai pa- — ele se sentou e me viu no banco de traz do carro. Já estava sem reação naquela hora. Antes mesmo que terminasse a palavra seu susto fez com que começasse outra.
— Você?!! Oque tá fazendo aqui?! — ele diz confuso. Acredite garoto, também quero saber.
— Sinto muito Senhor! — digo ao homem em minha frente. — Eu já vou sair! — abro a porta do carro rapidamente tirando minhas coisas e saio correndo. Sim, sou dessas as vezes.
Me escondo atrás do muro do comércio mais próximo que acho que acho até o carro dar partida.
Ai, que alívio...Mas também oque eu tava pensando!!?? Emma sua maluca! Sai entrando no carro dos outros!!

Depois desse acidente traumático meu motorista chegou e era o Peni, fiquei muito feliz e contei tudo pra ele durante a viajem, demos muita risada, pelo menos era uma coisa que eu podia me alegrar naquele dia, ele realmente me entendia.
Chegamos na escola e era realmente muito grande, igual nas fotos porém com alunos.
Saí do carro e Peni me ajudou a tirar minhas coisas da mala.
— Vou acompanhar a senhorita. — ele disse mas retruquei.
— Não precisa Peni! Eu vou sozinha, você me conhece sabe que consigo me virar.
—Tudo bem. — diferente dos outros funcionários, o Peni também me escuta. Damos um soquinho como despedira e retribuo com um sorriso, em seguida me dirijo a escola.
— Senhorita!! — ouço meu nome, me viro e vejo Peni acenando para mim.
—Boa sorte! — ele diz e eu aceno me despedindo.
Subindo as escadas vejo uma moça em frente aos portões da escola, deve ser a S.ra Lee diretora da escola. Ela olhou para mim e estávamos quase tão perto o suficiente para ela me cumprimentar, enquanto isso analisando-a percebi que a S.ra Lee parecia uma pessoa bem atenciosa, considerando seu sorriso amigável.
—Olá Emma! Sou a S.ra Lee prazer em conhecê-la — disse a mesma estendendo a mão para me cumprimentar.
— Muito prazer Senhora! — respondi amigavelmente retribuindo seu aperto de mão.
—Bom, venha comigo, irei te mostrar seu quarto, venha!

You've reached the end of published parts.

⏰ Last updated: Jan 04 ⏰

Add this story to your Library to get notified about new parts!

On The Way To a DreamWhere stories live. Discover now