2º Capítulo - A Outra Casa

39 1 0

Os meus pais não conseguiram pagar a sua dívida.

- Sabem meninas..., eu e o vosso pai já arranja-mos uma casa, para viver!- a minha mãe disse isto com algum orgulho mas também sem querer que alguém fizesse muitas perguntas.

-Vamos viver para casa da tia?!?- surgiu a inevitável pergunta, com um pouco de de entusiasmo da minha irmã mais nova.

-Não. -respondeu o meu pai. - Vamos viver para uma casa muito grande! E até fica ao pé do Pinhal! Vocês vão gostar!!!

- E essa casa é de quem? -Perguntei um pouco desconfiada.

-É nossa, ou seja, minha e do pai. - eles estavam a começar a não gostar da conversa!, dava para ver pela cara deles - quando nós casamos compramos aquela casa, mas depois optamos por comprar uma mais pequena.
Nos ainda a pusemos à venda mas ninguém quer ir viver para uma casa perto do pinhal, vocês sa...- ela parecia não estar nem querer contar tudo!

- Porque é que nunca nos disseram nada??? - Interronpi o discurso da minha mãe. Estava estupefata e ao mesmo tempo zangada!

Os meus pais não falaram mais nada do assunto! Nem naquele dia nem até à mudança!

A casa não era "muito grande" era gigante! Acima de tudo era muito luxuosa! Conseguíamos ver um campo de tênis e uma piscina por detrás da casa! Viasse que ninguém entrava ali a décadas! Mas mesmo assim não sei como é que os meus pais quiseram uma casa pequena em vez daquela, e mais ainda só tínhamos visto por fora!!!

Por dentro parecia ainda maior do que por fora! Haviam inúmeros quartos, cada quarto tinha a sua casa de banho. Mas havia um quarto que me intrigava, pois tinha muitos brinquedos de uma miúda de 4-5 anos. Os meus pais disseram que eram brinquedos para uma filha que um dia tivessem, e que se tinham esquecido deles na mudança. Eu não acreditava!

RevengeLeia esta história GRATUITAMENTE!