Página anterior of 32Próxima página

Luke Kaitos e os Cristais de OZ

spinner.gif

Luke Kaitos e os Cristais de OZ 

Trilogia Luke Kaitos – Livro Um

All rights reserved. 

Copyright © 2011 JJ Sobrinho

First Book Edition: October 2011

Este livro é uma obra de ficção. Os nomes, 

personagens, lugares e incidentes são produtos da 

imaginação do escritor ou foram usados ficticiamente e 

não devem ser interpretados como real. Qualquer 

semelhança com pessoas, vivas ou mortas, reais e 

eventos, locais ou organizações são mera coincidência. 

Todos os direitos reservados. Nenhuma parte deste 

livro pode ser utilizada ou reproduzida em qualquer 

forma sem permissão por escrito do autor. 

Para mais informações: 

http://jjsobrinho.wordpress.com/ 

ISBN-13: 978-1467982375 

ISBN-10: 1467982377

2

Luke Kaitos e os Cristais de Oz 

Trilogia Luke 

Kaitos - Livro I

3

Prefácio

Luke é um garoto que acaba de completar onze anos, 

ele está aprisionado em uma Casamata no coração da 

Amazônia. Foi separado dos seus pais quando chegou a 

Terra. Seus pais vieram da costelação de Sírius em 

missão de paz e para compartilhar a tecnologia do 

eletromagnetismo. Devido a dualidade, a separação 

entre a consciência do corpo físico e do corpo etéreo, 

ele não sabe que realmente é. A Casamata esta 

localizada acima da maior Crosta de Cristais do mundo 

e é uma das passagens para Shamballah, capital de 

Agharta. Os governantes da Terra temem as mudanças 

que podem ocorrer com a união dos quatros elementos 

da criação humana e fazem de tudo para mantê-los 

separados. Entretanto tudo esta prestes a mudar com a 

fuga para a floresta e a descoberta de um mundo novo 

no interior da Terra, onde vai deparar com serpentes 

gigantes, plantas colossais e seres de luz além um Sol 

que nunca se põe. Nesta jornada ele vai descobrir sua 

verdadeira origem, o poder da amizade e fará toda a 

diferença ao resgate da consciência humana.

4

Índice

Capítulo Um - O Grande Segredo 

Capítulo Dois - A Casamata 

Capítulo Três - A vida no cativeiro 

Capítulo Quarto - A fuga para Floresta 

Capítulo Cinco - O garoto de Sirius 

Capítulo Seis - A Caverna 

Capítulo Sete - A Capital de Agharta – Shamballah 

Capítulo Oito - A Visão de um Mundo Novo 

Capítulo Nove - Encontro com o Rei do Mundo 

Capítulo Dez - O Treinamento 

Capítulo Onze - O Crânio de Cristal 

Capítulo Doze - Os Cristais de OZ 

Capítulo Treze - A Lei do UM 

Capítulo Catorze - O Centro de Comando dos Cinzentos 

Capítulo Quinze - Nascimento e Morte de um Paradigma 

Capítulo Dezesseis - A Quarta Dimensão 

Capítulo Dezessete - Uma Escolha Terrível 

Capítulo Dezoito - O destino da Terra 

5

Capítulo Dezenove - A queda do Véu de Maia 

Epílogo - O Jogo da Vida

6

CAPÍTULO UM 

O Grande Segredo

7

O velho relógio na parede marca vinte horas no 

laboratório construído logo abaixo do centro europeu 

de pesquisas nucleares que fica localizado próximo a 

fronteira da França com a Suíça e a Genebra. Lá dois 

homens analisam um manuscrito de capa de madeira 

revestido em couro com armações metálicas que está 

em cima da mesa central do escritório. Este manuscrito 

remete ao século treze, foi escrito por um escriba num 

monastério beneditino, na região da Boêmia, na atual 

República Tcheca. O documento passou a ser chamado 

de Bíblia do Diabo devido às ilustrações contidas em 

seu interior. É o maior manuscrito medieval do mundo, 

tendo sido considerado, a oitava maravilha, devido ao 

seu impressionante tamanho 

e ainda hoje é 

considerado o maior livro do mundo. 

Ambos são cientistas do governo, eles vestem roupas 

brancas e impecavelmente limpas, um deles se destaca 

por seu grande bigode que remete a um Barão da 

época colonial do Brasil ou até mesmo ao filósofo grego 

Sócrates, feio, com nariz achatado, olhos esbugalhados, 

uma calva enorme, rosto pequeno, estômago saliente e 

uma longa barba crespa. Ele aparenta ter uma idade 

avançada o que o torna muito confiável na área 

científica ou pelo menos deveria torná-lo uma vez que 

pessoas mais velhas inspiram confiança, não tome isto 

como uma regra geral. Com um ar de superioridade e 

ao mesmo tempo autoconfiança ele demonstra 

sabedoria e conhecimento, pode-se ver claramente em 

seus olhos brilhantes que é um homem muito 

inteligente. Ele veste luvas cirúrgicas enquanto folheia 

o gigantesco livro.

8

O outro é muito mais jovem, de barba feita e com a 

pele do rosto como a de um grande bebê, expressa 

grande apreciação pelo seu mestre sendo um fiel 

aprendiz. Já ouviu falar muito a respeito do Dr. Clarke, 

que é responsável pela descoberta da partícula de Deus

Página anterior of 32Próxima página

Comentários & críticas

library_icon_grey.png Adicionar share_icon_grey.png Partilhar

Multimedia

Luke Kaitos e os Cristais de OZ

Quem lê esta história

Recomendado