"Eu adoro todas as coisas
E o meu coração é um albergue aberto toda a noite.
Tenho pela vida um interesse ávido
Que busca compreendê-la sentindo-a muito.
Amo tudo, animo tudo, empresto humanidade a tudo,
Aos homens e às pedras, às almas e às máquinas.
Para aumentar com isso a minha personalidade.
Pertenço a tudo para pertencer cada vez mais a mim próprio
E a minha ambição era trazer o universo ao colo
Como uma criança a quem a ama beija.
Eu amo todas as coisas, umas mais do que as outras -
Não nenhuma mais do que outra, mas sempre mais as que estou vendo
Do que as que vi ou verei.
Nada para mim é tão belo como o movimento e as sensações.
A vida é uma grande feira e tudo são barracas e saltimbancos.
Penso nisto, enterneço-me mas não sossego nunca."
(Fernando Pessoa)
  • JoinedMay 22, 2014



Story by R L Albuquerque
100 Dias na Terra (Degustação) by rubiaalbuquerque
100 Dias na Terra (Degustação)
Quando se voluntariou para a missão, Calebe mal imaginava que o período que passaria na Terra mudaria a sua v...
ranking #57 in reflexão See all rankings
1 Reading List