Cada um de nós tem na memória uma ou várias obras especiais, que em algum momento de nossa infância ou juventude nos transportou a um mundo extraordinário e fez com que expandíssemos nossa visão das possibilidades que a vida nos reservava. 

No meu caso, guardo com especial afeição a história Les Eaux de Mortelune (As Águas da Lua Morta), de Philippe Adamov e Patrick Cothias. Essa foi uma das histórias que fizeram minha cabeça de tal forma que não houve retorno: decidi que queria, de alguma forma, escrever ficção, pelo quanto ela pode ampliar maravilhosamente as experiências de uma vida.

Hoje eu concilio meu trabalho como advogado de empresa, no Rio de Janeiro, com meu hobby de escritor, sob o pseudônimo que tomei emprestado dos autores que me marcaram.

E continuo cultivando uma sede eterna pelos prazeres sensoriais, emocionais, estéticos e intelectuais oferecidos pelas artes, especialmente quando iluminadas por reflexões das ciências humanas.
  • Rio de Janeiro, Brasil
  • JoinedMarch 22, 2015



Stories by Felipe Cotias
Saccade by fcotias
Saccade Adventure
Alex pode parar o tempo quando está sob estresse. Mas ao declarar seus sentimentos para uma amiga, o tempo estaciona de vez e ele parte em uma longa viagem. O que poderia impedir que ele retorne, admita seu amor e...
Humanos no Café Pupille by fcotias
Humanos no Café Pupille #759 in Science Fiction
As vidas e escolhas dos frequentadores de um Café, algumas poucas décadas no futuro, na véspera do lançamento ao espaço de uma nave preenchida de arte.