Algumas coisas não podem e nem foram feitas para serem mudadas, amor.
Como a minha cor preferida, que é a cor dos seus olhos, ou o seu sorriso, que se tornou o meu programa de TV preferido.
O nascer e o por do sol compartilham de uma beleza quase idêntica,- divididos apenas pela esperança de um novo dia e pelo lamento de mais um final -. Inerente a isso, o nascer e o por do sol são igualmente lindos, não dependem da tristeza ou felicidade.
O que quero dizer, amor, é que não importa quanto tempo você se foi ou se nunca irá voltar. Algumas coisas não são como o grafite que pode ser apagado do papel, nem como a neblina, que se desfaz toda manha. Algumas coisas foram feitas, ou simplesmente existem, para serem eternas. Como a minha cor preferida que é a cor dos seus olhos, ou o seu sorriso que se tornou o meu programa de TV preferido.
  • JoinedJanuary 6, 2015




Stories by Matheus Mercier
O Garoto e o Lago by MatheusMercier
O Garoto e o Lago
Despedida
ranking #203 in ficçãoteen See all rankings
O que sobrou by MatheusMercier
O que sobrou
Textos escritos nas madrugadas difíceis
ranking #132 in despedidas See all rankings
Do outro lado da rua by MatheusMercier
Do outro lado da rua
Crônica do descaso
1 Reading List