Karen Alvares escreve desde a adolescência, divulgando seus textos na internet. É formada em informática e professora na área. É autora do romance Alameda dos Pesadelos (2014) e Dois Lados, Duas Vidas (2015), livro de contos que se passa no mesmo universo do romance, ambos da Editora Cata-vento. Organizou a antologia Piratas, também da Cata-vento em 2015, e foi também publicada em várias antologias de contos da Editora Andross, Draco e Buriti, além de publicações independentes. É colunista literária no blog Por Essas Páginas. Adora terror, mundos fantásticos, chocolate e gatinhos. Atualmente vive em Santos/SP com o marido e cria histórias na sua cabeça enquanto anda de bicicleta pela cidade. Adora terror, mundos fantásticos, chocolate e gatinhos.

Blog: http://papelepalavras.wordpress.com/

Adquira Alameda dos Pesadelos, meu romance de estréia pela Editora Cata-vento, e outros livros nos sites:

Hotsite Alameda dos Pesadelos: https://alamedadospesadelos.wordpress.com/compre-o-seu/

Livraria do blog: https://papelepalavras.wordpress.com/livraria/

Sinopse: Vívian era apenas uma mulher solitária, com uma vida normal, presa em sua rotina sem graça, até a noite em que presencia um acidente. A partir daí seu pesadelo começa; ela passa a ter visões de um homem que conheceu no passado e desejava nunca mais encontrar. E o pior: ele quer vingança.
Até que ponto um pesadelo é fruto da imaginação? Vívian descobre que o limite entre a alucinação e a realidade é tão pequeno que a loucura está a apenas um passo de distância e o pesadelo pode estar escondido na nossa mente, como um monstro à espreita, esperando sua chance de despertar. E para escapar do seu horror particular, Vívian precisará entender quais foram seus erros. E finalmente aceitar a própria culpa.

Leia o primeiro capítulo no Wattpad!
  • JoinedApril 7, 2013



Last Message

Stories by Karen Alvares
Azul by KarenAlvares
Azul Horror
Após um encontro incomum dentro de um ônibus, Nora desenvolve uma estranha obsessão pela cor azul. Tudo que veste. Tudo que come. Tudo que toca. Seu mundo agora é, literalmente, azul.
Que bom seria by KarenAlvares
Que bom seria Short Story
Como nós, mulheres, fomos educadas para reagir nas mais diversas e humilhantes situações dessa nossa sociedade - ainda - machista e patriarcal? Uma mulher reflete sobre sua vida após ouvir o desabafo de outra mulhe...
O jogo do tempo by KarenAlvares
O jogo do tempo Short Story
Você me visitava todas as terças-feiras. Eu odiava suas visitas, mas eram as únicas que recebia. Contava as horas, os minutos. Não suporto mais esperar, mas preciso saber: quando você vai chegar? Conto premiado com...
1 Reading List