Palavras são como folhas que caem das árvores no outono. Pesadas e incertas, são como farpas que perfuram sua alma até que o grito agonizante de liberdade decida sair para além do seu pequeno universo. Eu não sou nada além de mais uma vítima dessa liberdade. Livre, até onde as palavras decidem me levar. Presa, até onde a farpa decide perfurar. 
Mas no intervalo desse ciclo, camuflo-me perante as demais almas espalhadas por todo lugar.

Twitter: @imskyunicorn
  • Maceió/AL
  • JoinedMarch 28, 2017




Stories by Giovanna Santos
Expresso 304 by GigiPandacornia
Expresso 304
Uma garota, uma alma, um trem. Três coisas que se fundiram nos últimos momentos de sua amarga vida, enquanto...
A Rosa que o Amor me deu  by GigiPandacornia
A Rosa que o Amor me deu
Uma floricultura acaba fechando misteriosamente em Nova York, cidade em que Jenna e Raphael moram. Atiçando a...
4 Reading Lists