[DEGUSTAÇÃO] Epicuro em meu jardim

[DEGUSTAÇÃO] Epicuro em meu jardim

24 Reads 0 Votes 2 Part Story
Marcos Welinton Freitas By MarcosWelintonFreita Updated Feb 28

A vida as vezes nos põe no pelourinho, abrindo em nós feridas que parecem que nunca vão cicatrizar, foi assim com Hedonê. Após perder o grande amor de sua vida em circunstâncias fatais, a tristeza abraçou-a de tal modo que até a única coisa que podia salvá-la de si mesmo ela perdeu, a sua literatura. A poesia deixou de fazer-lhe companhia, e ela se tornou uma escritora falida sem muito o que dizer do mundo, e sem interesse de permanecer viva. Para aplacar sua dor e sentir-se como antes, buscando o seu antigo eu perdido, Hedonê se veste com toda a sua luxuria e sai as ruas da cidade a procura de corpos que possam lhe proporcionar o prazer que haverá de lhe afastar da dor. Nessa busca compulsiva por uma saciedade perdida, ela acaba conhecendo Eros, um jovem e belo fotografo que a arranca da sua zona de desconforto e a faz repensar a sua vida e a sua obrigação de seguir em frente, mesmo após tudo o que fora tirado dela.

Este é um romance hot, erótico, que trás além de toda a sensualidade sadina e lirica de uma poetisa ensandecida, uma discussão sobre os finais e os inícios que a vida nos proporciona, as vezes nos dando grandes recompensas, outras vezes tirando-nos o que mais amamos.

Carregando de influências, o autor busca uma aproximação com a literatura atual, mas sem perder a sensibilidade que lhe foi conferida pelo seu eu-lírico. "Epicuro em meu jardim", é um passeio pelas delícias da carne, da alma e pela filosofia de vida que nos leva em direção a nós mesmos.

No comments listed yet.