O Segundo Caçador

O Segundo Caçador

95.8K Reads 8.4K Votes 48 Part Story
Bruno Crispim By BrCrispim Completed

Esse livro foi vencedor do PRÊMIO UFES DE LITERATURA na categoria romance e foi publicado!!! Caso queira adquirir a sua cópia impressa, acesse o site www.brunocrispim.com !
  
  Will volta do trabalho de ônibus. É um dia como qualquer outro. Se não tivesse ido trabalhar durante suas preciosas férias, ele nem estaria irritado. E se estivesse calmo, talvez não reagisse ao assalto. Mas ele reage. E o péssimo começo só aumenta a brutalidade dos assaltantes. 
  As complicações dessa escolha ressoarão pelo resto da vida de Will. Dentre os vários feridos, três morrem. Dois, pelas suas mãos.
  
  Vivo, mas traumatizado, Will luta para voltar à vida normal enquanto é bombardeado pelas ideias ingênuas de seu melhor amigo que defende a forma que Will agiu no ônibus. Para ele a sociedade cria aberrações que não têm o direito de estarem vivas. São pessoas tão cruéis que se fossem eliminadas, todos à sua volta seriam beneficiados. 
  
  Mesmo sem se interessar pelas fantasias do amigo, mais barbárie é trazida à sua vida. Ele tenta, mas não consegue deixar de reagir. A partir daí, ele se envolve numa escalada crescente de violência, desistindo da sua alma para se transformar num justiceiro. 
  
  Ele passa a acreditar que está fazendo o Bem Maior, um mal necessário, que ninguém tem estômago para fazer. E ele é bom nisso. Ninguém consegue detê-lo. Logo, ele se transforma numa lenda urbana, um dos Caçadores. Ele só não percebe que aos poucos perde sua humanidade e vira um dos monstros que costuma caçar. 
  
  Só uma pessoa tem o poder de enjaular seu ódio sem limites. Só seu amor pode trazê-lo paz. Mas, depois de tudo o que ele fez, ainda existe algo para ser salvo?
  
  Capa por @RafaelCrispim4

dersonkruz dersonkruz May 24
Sou branquelo mas concordo que isso é uma tremenda sacanagem! Esse racismo e preconceito injustificável! Tem muito branquelo que não vale nada espalhados pelo mundo afora e muito negro como motivo de orgulho do que é cidadania, generosidade, educação etc.
Mais vítima do que eu...
                              Me lembrou a frase de Paulo Freire " Quando a educação não é libertadora, o sonho do oprimido é ser opressor."
                              E assim, a sociedade vai formando "VÍTIMAS"!
_Ciddy_ _Ciddy_ Apr 09
Cara , sinceramente , O primeiro capítulo foi magnífico ! fiquei sem ar , quase chorei , você me fez sentir todo o clima da situação ! muito bom mesmo !
Estou completamente boquiaberto com esse primeiro capítulo. Intenso, bem escrito, cheio de detalhes, de forma que me fez sentir como se estivesse na cena. Parabéns!!
zStefany zStefany 4 days ago
O cara espanca ele e ele nem mata, se fosse aqui no Brasil o cara morreria atoa kkkk
Nossa! Muito realista esse primeiro capítulo, estou gostando muito, vou continuar a ler...