ROCK MÁFIA, Jikook.

ROCK MÁFIA, Jikook.

726K Reads 79K Votes 17 Part Story
Dassa. By _vodkaart Updated Jan 18

Dândi é selvagem, de fantástico senso estético, frio e, muita das vezes, eloquente. Dono de hábitos e mundos que queimam intensamente conforme a Sinfonia de Beethoven, você pode encontrá-lo com um sorriso ladino, na entrada do cemitério. 

Dândi é conhecido por ser o vampiro e líder da Rock Máfia, Jeon Jungkook.

Por muito tempo, Dândi buscou por resquícios de sua sanidade. Cansado da monótona vida que a máfia e a imortalidade lhe trouxeram com a consequência de ser um vampiro, Jeon encontrou em um crucifixo a cura para seus dias estragados.

É importante frisar; dizem as más línguas que, uma vez no inferno, apenas o diabo pode te salvar. O danado, Park Jimin, é a confirmação de tal frase. E diante do fogo, ele foi puxado para dançar. Os quadris de Jimin soavam como Deus para Jeon Jungkook, os lábios pronunciando seu nome dançavam em ritmo caloroso como se Michael Jackson estivesse entre eles, a batida da música traçava seus destinos tal como Bonnie e Clyde. E Paul McCartney sentiria-se honrado em tê-los como uma canção.

Um é ruim em ser bom, o outro é bom demais para o seu próprio bem. Jimin e Jungkook são opostos um ao outro, logo, são perfeitos um para o outro. As vestes, o estilo de vida, a religião e a não imortalidade de um deles não impediu que estes viessem a cair um pelo outro, por todas ou qualquer maneira. Crucifixo algum serviria de amparo quando a cartada final fosse lançada.

@RockJJK e @RockPJM no Twitter.