Os Cadernos da Filha do Barão

Os Cadernos da Filha do Barão

806 Reads 155 Votes 11 Part Story
Lygia Camelo By LygiaCSantiago Updated 18 hours ago

Livro 2 da série Romances Vitorianos. Pode ser lido e compreendido sem a leitura do livro anterior: Como Não Perder o Duque. 


Uma coisa era certa para quem conhecesse a senhorita Eris Murray: se ela tivesse opção, não iria para muitas das festas para as quais era convidada e também jamais se casaria. Aos 23 anos de idade, conseguiu evitar o casamento, mas não os bailes. 
Harvey Prescott era um homem de negócios. Seria o par ideal para qualquer boa moça, desde que ela não fosse da nobreza e nem almejasse um marido de muitas posses. Advogado, procurava clientes na classe à qual não pertencia para pagar as próprias contas, que seriam muito menores se seu irmão mais novo não tivesse se envolvido com jogos. 
Eris sempre tinha um caderno à mão. Seus resmungos sobre o cotidiano não traziam a ela como personagem principal, em vez disso, escrevia sobre as pessoas que faziam parte de seus dias. Seus problemas começaram quando um desses cadernos se perdeu em um baile ao qual ela não gostaria de ter ido. Sabia que precisaria agir, e rápido, quando seus textos começaram a ser postados em um periódico sob uma assinatura qualquer!   
A sorte de Harvey mudara - ou, pelo menos, melhorara um pouco - ao encontrar no chão de do salão de baile um caderno de anotações. Jamais teria compartilhado com o mundo as nuances da aristocracia que aqueles textos revelavam se não fosse a lucrativa sugestão do melhor amigo.   
Eris não mediria esforços para resgatar seu caderno, mas Harvey talvez não o entregasse por querer, não sem antes mostrar para a menina rica a vida que cretinos como ele levavam. A proximidade entre os dois se tornaria inevitável, e, para ele, inevitável também seria a paixão que nasceria entre os dois.