Uma  Temporada no Cemitério das Almas Sofredoras

Uma Temporada no Cemitério das Almas Sofredoras

53 Reads 0 Votes 5 Part Story
Carlos Monteiro By CarlosMonteiro657 Updated Jun 30, 2018

APRESENTAÇÃO
Uma temporada no cemitério das almas sofredoras.
A derrocada dos Gritos Uivantes em terras patéticas, até encontrar Seu Ser....
Eu perdi minha vida, eu desfaleci minha alma, e por mais bobo que seja, quero encontrar o seu amor na poesia. Eu nunca acreditei nessas palavras, muita deflagração de emoção. Relativamente gritava na minha existência que a poesia estava morta, agora eu me encontro morto. Minha alma estás vagando e perdida em ruas curvas e estradas nuas. Tenho um buraco na alma, inacabado, imaculado e abalado, querendo ser preenchido pela salvação, infelizmente fui velado.
Não sei o motivo da minha morte. Ao fechar meus olhos, lembro das coisas belas do mundo, recordo - me de ti, a mulher que veio colorindo minha jornada, um arco - íris, uma beleza eterna e inalterável. Estou tão confuso, e há tantas palavras rodopiando minha cabeça que elas embebedaram meu coração. Estranho, aqui neste lugar sombrio descobri que existem substâncias fundamentais para minha alma permanecer viva, uma delas é a poesia, a outra você!