Quem está aí?

Quem está aí?

1K Reads 457 Votes 8 Part Story
Giovanna Alves By TheGiovannaMA Updated 4 days ago

Para a morte, não existe tempo. Não existe hora, minuto ou segundo. Ela apenas aguarda que nosso corpo dê seu último suspiro e nossos nomes entrem em seu caderno negro.
  Na vida do ser humano, existem cinco fases entre a vida e a morte. São essas cinco fases que nossos direitos de viver são dados. Nessas cinco fases, temos o direito de aprender, acertar e errar. É tudo que o tempo nos permite. Mas como eu disse, a morte não acredita no tempo.
   Assim como a morte, tambem existem pessoas que não acreditam que temos tantos direitos, elas querem mais, elas querem alcançar o poder de ter a vida em suas mãos. Ou melhor, elas querem tirar a vida das que crêem no tempo. Claramente, essas pessoas precisam ser detidas. Elas têm o objetivo de destruição, mas nossa heroína, tinha o objetivo de salvação. 
   São pessoas como Eveline Hayes, a garota que desafiou a morte e o tempo, que podem trazer a justiça para essas cinco fases. 
   Uma adolescente comum, com seu nome dado de Nora, foi vítima das pessoas que queriam dominar a morte e ir contra o tempo. O destino tornou Nora como a criança deles, mas Eveline chegaria para resgatá- la e fazer com que ela ganhasse os seus direitos da vida de volta.
  Evie quebrou as leis do tempo quando encontrou um mero celular que tornaria sua vida um verdadeiro livro de suspense. Ela seria a ponte sobre as cinco fases entre a vida e a morte.
 
   [TODOS OS DIREITOS RESERVADOS, QUALQUER CÓPIA SERÁ LEVADA A JUSTIÇA, LIVRO TOTALMENTE DE AUTORIA MINHA]

Ok eu preciso da morte dela... sabe eis uma autora que sabe fazer vc odiar alguém ...
Heey =) Adorei o suspense, sério. Gostei de como a narração trabalhou bem o suicídio e o drama da Nora, além de como as palavras de encaixam perfeitamente no clima de mistério. ❤ Parabéns!!
Quando a autora faz vc odiar um personagem e vc tem vontade de entrar no livro pra arrastar a cara da Kim no asfalto
Pô que fria! ela era uma alma um ser uma vida. Todo mundo nessa cidade é louco?
Ela escolheu uma forma dolorosa de acabar com sua dor interna...
Bom suspense e já comecei a ler. Muita expectativa pela construção do seu enredo. Me pegou de jeito bebita