...

"Cara, essa morena é sexy." Josh disse observando alguém por cima de meu
ombro, enquanto levava sua caneca de café até a boca.

"Você acha todo mundo sexy " respondi sem interesse nenhum em olhar para quem ele se referia.

"Acho mesmo mas essa é diferente. " Ele inclinou a cabeça para o lado, ainda analisando a garota. " Ela parece ser doce e inocente."

Dei um gole em meu café.

"Ela se levantou." Josh engasgou com
o próprio café e começou a tossir.

Eu revirei os olhos e finalmente me
virei para encará-la.

Ela tinha os olhos castanhos mais bonitos que eu já tinha visto em toda minha vida e realmente tinha essa coisa doce sobre ela. Seus cabelos marrom chocolate quase pretos
eram longos e pareciam macios e bem
cuidados. Ela estava usando um vestido florido e ela parecia a porra do verão inteiro nele, ela era o sol, e eu queria desesperadamente me queimar com os raios que ela transmitia.

Não sei que droga estava acontecendo
comigo, mas não fui capaz de deixar
meus olhos se moverem para longe
dela. Eu acompanhava cada movimento seu.

Ela estava andando cabisbaixa, encarando o livro que segurava a todo momento. O fato de ela não ter me notado me deixou completamente frustrado.

Nunca me ignoravam.

Ela segurava um cappuccino em sua mão livre, enquanto ia até a porta, mas no caminho, trombou com uma ruiva e acabou derrubando todo o conteúdo do copo de isopor em suas roupas.

O livro deslizou pelo chão até parar aos meus pés.

Josh sufocou um riso em sua garganta que disfarçou com tosses falsas.

"Me desculpa" a morena disse, parecendo horrorizada enquanto levava as mãos até sua boca.

A ruiva literalmente estava soltando fogo por sua cabeça.

"Você fez de propósito!" ela exclamou observando os estragos nas próprias roupas. "Sua invejosa" ela choramingou.

"Eu nunca faria isso com alguém, deixe-me ajudá-la" a morena disse, pegando alguns guardanapos e se aproximando da ruiva que rosnou:

"Não me toque" ela disse pausadamente.

A garota morena recuou alguns passos para trás, ela parecia assustada.

"Você vai pagar por minhas roupas" ela falou, seus olhos são puro gelo. " Agora!"gritou, batendo o pé no chão como se fosse uma criança idiota.

O rosto da morena ficou completamente em chamas e ela se encolheu.

"Eu não tenho dinheiro aqui. Sinto muito." Ela desviou seu olhar para a porta e então a ruiva levantou seu braço em um movimento rápido e brusco.

Antes que a palma de sua mão se choque contra o rosto da garota loira, me ouço dizer:

" Nem pense nisso" rosnei alto o suficiente para que a ruiva me escutasse.

Os três me encararam surpresos:

Josh, ruiva e a morena.

A garota deixou seu braço cair ao lado de seu corpo enquanto reconhecimento se passava pelo seu rosto.

Ergui uma sobrancelha e retirei um cigarro de meu bolso, acendendo o mesmo em meus lábios.

"Noah Urrea?" ela perguntou, num tom quase inaudível e eu revirei os olhos.

"Acho que sou eu" respondi com um sorriso torto em meus lábios.

Dou uma tragada em meu cigarro e solto a fumaça lentamente. Josh tocou levemente em meu braço.

"Você não pode fumar aqui, cara. Estamos em um local fechado" ele me alertou e eu o ignorei.

"Me desculpe, entendo que você não me sujou de propósito." Então ela se virou e foi embora pela mesma porta que entrou.

A morena me encarou com um misto de surpresa e gratidão. Ela andou até nós e eu peguei seu livro que estava caído sobre o chão. Eu limpei algumas sujeiras que haviam se acumulado sobre a capa e o coloquei em suas mãos.

"Obrigada por isso" ela falou, encarando a capa de seu livro.

Josh a observava atentamente com um brilho diferente em seu olhar.

"Sabe, você poderia passar seu número para mim. Assim nós esqueceríamos do pequeno favor que meu amigo fez para você." Ela franziu a testa e ergueu os olhos para ele.

" Cala essa boca, cara. Você não precisa passar o seu número para ele." falei e dei mais uma tragada em meu cigarro.

Josh me chutou por baixo da mesa e eu lancei um olhar mortal em sua direção.

"Hum, está bem. Estou indo embora. "  ela disse se virando e andando até a porta.

Observei suas curvas conforme ela dava seus passos. O vestido rosa se ajustava perfeitamente em seu corpo.

Preciso tê-la.

De preferência nua e em baixo de mim na minha cama.

" Mas que porra foi essa, Noah? " Josh perguntou indignado, me fazendo sair de meu transe.

"Você nunca me interferiu antes com uma garota. Por que agora?" ele disse me encarando com raiva e curiosidade.

"Ela é minha "eu disse me levantando e jogando meu cigarro pela janela.

Segui até a porta na esperança de que a morena ainda estivesse por aí.

Continua...

Continua...
𝐀𝐏𝐄𝐍𝐀𝐒 𝐌𝐀𝐈𝐒 𝐔𝐌𝐀↺𝐍𝐎𝐀𝐕𝐀𝐍𝐈
Última atualização: Jan 02
𝐀𝐏𝐄𝐍𝐀𝐒 𝐌𝐀𝐈𝐒 𝐔𝐌𝐀↺𝐍𝐎𝐀𝐕𝐀𝐍𝐈Onde as histórias ganham vida. Descobre agora