Seben ; Palavras sujas

15.7K 965 1.5K
                                                  

[𝙸𝚗 𝚃𝚑𝚎 𝙻𝚒𝚐𝚑𝚝 𝙾𝚏 𝚃𝚑𝚎 𝙼𝚘𝚘𝚗 - 𝙶𝚘𝚘𝚍𝚢 𝙶𝚛𝚊𝚌𝚎

Ops! Esta imagem não segue as nossas directrizes de conteúdo. Para continuares a publicar, por favor, remova-a ou carrega uma imagem diferente.

[𝙸𝚗 𝚃𝚑𝚎 𝙻𝚒𝚐𝚑𝚝 𝙾𝚏 𝚃𝚑𝚎 𝙼𝚘𝚘𝚗 - 𝙶𝚘𝚘𝚍𝚢 𝙶𝚛𝚊𝚌𝚎.𝚖𝚙𝟹]

Perspectiva de Moon Aeri.


"You must be out of your mind to think that I'm falling for you"

--------------------------------


Princesa... – A voz de Jungkook soa entre nossos lábios selados e quando escuto o apelido, imediatamente me afasto.

– Eu odeio quando você me chama de princesa. – Falo entredentes, mas isso parece o divertir assim que ele abre um sorriso provocativo.

– Mentirosa. – Então sinto o soprar de suas palavras resvalando em meu ouvido e descendo pelo meu pescoço. Fecho os olhos involuntariamente quando ele trilha beijinhos pela minha pele sensível e vulnerável a ele.

– Odeio, você chama todas as garotas que você flerta assim, não sou uma delas. E eu não tenho absolutamente nada de princesa.

– Mas eu só chamo você assim, marrenta. Eu gosto de ver sua cara de braba. É mimada e chata como uma.

Esse garoto só pode estar de brincadeira comigo.

– Porra, Jungk-

– Shhh... – E o descarado me cala com mais um beijo gostoso. Gostoso demais para o meu próprio bem. Então eu deixo, deixo ele me guiar sem desgrudar os lábios dos meus, e só pararmos quando ele me encosta em uma das paredes do pequeno quarto. Suas mãos ágeis deslizam pela minha coxa direita e a posiciona em seu quadril, meu corpo praticamente colado com o dele. O cheiro frutado de Jungkook inibe meus sentidos e só sou capaz de me concentrar nos movimentos da sua língua contra a minha. Esse desgraçado gostoso... A fisgada ardente que sinto pinçar logo abaixo do umbigo me faz desejar ver de novo as tatuagens que ele esconde por debaixo das roupas.

Jungkook mordisca meu lábio inferior e eu gemo fraca, agarrando com meus dedos o colarinho de sua camisa já semi desabotoada. Então o movimento brusco faz a palma da minha mão roçar no material flanelado da blusa dele, repuxando o machucado remanescente que se recompunha. E é a pele ainda frágil e fina, após ser ralada na noite que o vi junto com Namjoon e Yoongi no beco, que me faz interromper o beijo em um rompante.

Ele me olha, mesmo na pouca luz, ainda ofegante e com seus lábios inchados e avermelhados pelo nosso contato colérico.

Mas ele é o mesmo garoto daquele dia no beco. É o mesmo garoto que estava na Höllisch, e eu me lembro bem dos seus olhos em mim, apenas dois feixes enervantes que me encaravam com uma outra garota ao lado que serpenteava seus longos dedos pelo corpo dele. É o mesmo garoto idiota da minha adolescência.

Bad Boy • JJKOnde as histórias ganham vida. Descobre agora