Chapter 7: Separações

8.5K 335 25

6:00h. Tudo de novo. Bufei, levantei devagarinho pra não acordar a Bia que ainda estava deitada do meu lado. Me olhei no espelho, eu tô horrível, com os olhos inchados e vermelhos de tanto chorar. Eu sei que quando fosse pra escola ia ter que aturar milhares de perguntas, mas eu não posso faltar hoje porque vai ter prova. Antes de nada mandei uma mensagem no celular da Lari:

"Hoje vou sozinha á escola, beijos. xx"

Não queria ver a cara de ninguém e não queria que ninguém visse a minha cara. Me arrumei de qualquer jeito, sai do meu quarto e tentei abrir a porta do quarto da minha mãe mas estava trancada. Desci, meu pai não estava em casa. Nem comi nada, tava sem fome nenhuma (por mais incrível que pareça). 7:00h, respirei fundo e sai de casa, as meninas já deviam ter ido. Fui caminhando tranquilamente, a escola não era muito longe da minha casa e daria tempo. Fui pensando se eu fiz certo em contar pra minha mãe, será que eu devia ter ficado de boca fechada? Não. Não é justo minha mãe ficar sustentando meu pai em quanto ele faz ela de idiota. Parei em frente do portão, a tia já ia fechar. Entrei, não havia ninguém no pátio pois o segundo sinal já havia tocado. Subi lentamente as escadas e fui caminhando pra minha sala que estava com a porta fechada. Quando eu abro está a maior bagunça, era aula vaga. Entrei de cabeça baixa e não olhei pra ninguém, mas percebi que os meninos e as meninas pararam pra me observar. Fui andando pela sala bagunçada sem professora e me sentei na minha carteira, abaixei a cabeça e comecei a chorar. Cara, eu não sou chorona, mas só de pensar numa possível separação entre meus pais eu morro por dentro. Alguém senta na carteira a minha frente que estava vaga, e ouço alguém me chamar, levanto um pouquinho minha cabeça pra ver quem era, Zayn.

[Zayn]

Minha noite foi uma verdadeira merda. Não consegui dormir, pelo que eu entendi aquele era o pai da Júlia, certo? Ela deve estar arrazada. Fui pra escola com os meninos, eu tava morrendo de sono porque não consegui dormir nada. Chegamos, entramos na sala e era aula vaga. Estavamos na maior bagunça, e de repente a porta se abre e entra uma menina de cabeça baixa, era a Júlia. Ela passa por nós que a seguimos com os olhos e se senta na segunda carteira do lado da janela, colocou sua mala de qualquer jeito, sentou e abaixou a cabeça.

– Preciso falar com ela. - Disse me levantando e os meninos me seguiram com os olhos. Fui até ela e sentei na sua frente, ela ainda estava de cabeça baixa e parecia estar chorando. - Jú.. - A chamei colocando a mão em seus braços que estavam cruzados e sua cabeça apoiada neles.

– Oi Zayn. - Ela respondeu levantando um pouco a cabeça, ela estava com os olhos inchados, deve ter chorado ontem.

– Tá tudo bem? - Perguntei, lógico que não né Zayn? A menina tá desabando ai.

– Não vou mentir, porque agora eu não consigo ser forte. - Ela respondeu levantando a cabeça e secando uma lágrima.

– Pode me contar, eu estou aqui pra você. - Eu disse. Faz apenas um dia que conheço ela, mas ela é uma pessoa incrível, e eu sinto como se fossemos amigos íntimos.

– Aquele ontem no shopping era meu pai, ele tava traindo a minha mãe e eu não achei isso justo, então contei a ela e eles vão se separar. - ME explicou e uma lagrima caiu de seu rosto.

– Hey pequena... - Ela sorriu - Não chora, eu to aqui com você. - Eu disse limpando a lágrima com as costas da mão.

– Você é incrível Zayn. - Ela disse ainda com um sorriso meigo no rosto. - Não acredito que você só me conhece a um dia e já tá me chamando de pequena, e me dizendo coisas tão lindas assim.

– Tá vendo como você é maravilhosa e encanta as pessoas rapidinho? - Ela sorriu mais ainda. O sorriso dela era lindo, ela usava aparelho mas era lindo de qualquer jeito.

You Got To Change Everything ( One Direction )Leia esta história GRATUITAMENTE!