Dupla com Zayn

8.9K 375 7

[Zayn]

Quando o sinal do intervalo bateu, resolvemos conversar um pouco com a professora para nos comunicarmos com alguém daqui. Depois de cinco minutos, ela saiu da sala e nós descemos as escadas em direção ao refeitório, mas vimos que o portão estava trancado. Droga! Perdermos o primeiro intervalo. Então resolvemos subir e ficar na sala conversando.

Estávamos rindo de qualquer idiotice que Louis dizia, e de repente entra uma menina correndo com um saco de batatas na mão. Vi os olhos de Niall brilharem, não pela garota (que era bem bonita, por sinal), mas pelas batatas. Ela subiu na mesa da professora e começou a dançar a dança mais... Deixa eu pensar em uma palavra para descrever aquilo... Bizarra. A dança mais bizarra que eu já vi. Eu fiz sinal para os meninos ficarem quietos, e ela nem reparou que estávamos ali. De repente outra garota aparece na porta, desesperada pelas batatas. Já vi que aquela deve ser o Niall feminino. Elas começaram a brigar, e a menina da porta pulou na mesa e começaram a "lutar", mas parecia ser brincadeira. O pacote de batatas caiu no chão e a menina da porta parece ter ficado brava mesmo, e de repente as duas caem da mesa.

Eu não sabia se ria ou ia ajudar, mas quando me levantei para ver se elas estavam bem Harry me puxou e fez sinal para que eu ficasse quieto. Ele estava segurando o riso. Todos estavam. Então sentei. Elas davam risada, então a primeira garota levanta, pega o saco e joga batata na segunda garota. Quando ela olha para o fundo da sala e percebe que estamos lá, ela fica pasma, branca como papel. Foi uma cena engraçada. Elas pareciam ser tão doidas como nós cinco. A outra se levanta, tira o farelo de batata da cabeça, e quando percebe que estamos lá vira um pimentão. Nos seguramos para não rir, mas o sinal bateu e a bagunça tomou conta da sala, então caímos na gargalhada. Essas duas eram doidas.

[Júlia]

Depois do mico que pagamos, vi os meninos gargalharem. Não sei se era por nossa causa ou alguma piada que um deles haviam contado. Ian ainda não tinha falado comigo, e eu percebi que ele olhava para Isadora. Estou começando a ficar preocupada. Calma, não posso me precipitar. As duas ultimas aulas seriam de geografia, uma "dobradinha". A professora entrou na sala, já dizendo:

- Hoje, como temos duas aulas, faremos um trabalho em dupla - já olhei pra Milena. - E eu escolho as duplas! Vai ser misto, menino com menina - droga! Não quero ficar com eles, ter que encarar um dos que viram a cena mais embaraçosa da minha vida.

- Ok... - ela começou, e falou alguns nomes. - Júlia e Zayn - coloquei a mão na cabeça, já sentindo a vergonha voltar. - Milena e Niall - vi Milena corar. - Gabriele e Liam, Larissa e Harry, Rafaela e Louis... - ela falou mais uns nomes, e eu não acreditei que o nosso grupo todo havia caído com o grupo deles. Não sei dizer se é sorte ou azar. Mas entrei em choque quando ela disse a ultima dupla. - E, por ultimo, Ian e Isadora.

Jesus, Maria e José, o que eu ouvi é sério? Olhei para Ian, e por incrível que pareça, ele sorria. Pera aí! ELE ESTAVA SORRINDO PORQUÊ IA FICAR COM ELA? EU REALMENTE ESPERO QUE NÃO!

Cada um se juntou com a sua dupla. Zayn ainda não tinha abrido uma palavra comigo. Com a cara de pau que eu realmente não sei onde arranjei, resolvi quebrar o gelo.

- Oi - eu disse, sem olhar em seus olhos. Ele era lindo, tinha cara de ser mais velho.

- Oi - respondeu, tímido, abrindo um meio sorriso.

- Como está indo o intercâmbio? Já consegue falar bem? - perguntei, ainda sem olhá-lo.

- Ah, não está perfeito, mas eu me esforço - sorriu. E o silêncio reina novamente, mas, desta vez, quem o quebra é ele.

- Então... Gosta de batatas? - ele perguntou se esforçando para não rir.

- Ahn... - fiquei sem graça e passei a mão no cabelo. - Eu amo. Aquela idiota roubou de mim. Ela sabe que eu não gosto de dividir - respondi, corando. Ele não conteve a risada.

- Sendo assim, vai gostar do Niall. Ele ama batata tanto quanto você a ponto de não dividir com ninguém - ele disse, ainda rindo.

- Niall? O loirinho fofo? - perguntei sem pensar. Eu realmente não deveria ter dito isso, e quando percebi a besteira que tinha cometido senti minhas bochechas queimarem.

- Fofo? - ele riu. - É, o loirinho fofo - percebi que ele falou "o loirinho fofo" um tanto alto, a ponto de o tal Niall, que estava sentada com Milena na carteira a nossa frente, ouvir. Ele deu uma olhada rápida para trás. Agora eu estava morta de vergonha.

- Então amanhã eu trago um saco de ruffles para dividir com ele - falei no mesmo tom de Zayn, e ele ouviu. Percebi um sorriso no rosto dele. Que fofo, ele gosta de batatas. Ele e Milena não conversaram muito.

- Aposto que ele vai adorar - sorriu, e que sorriso maravi... JÚLIA! Você não tem fogo no rabo como Milena e Larissa! Se contenha, garota!

- E a dança da sua amiga em cima da mesma foi um tanto... - ele parou para escolher a palavra. - Bizarra.

- A Milena é bizarra - agora eu estava falando alto pra Milena ouvir, e ela corou. Zayn riu. A professora que estava arrumando suas coisas pediu silêncio para explicar sobre o trabalho. Durante a explicação, minha atenção estava voltada para Ian e Isadora, que cochichavam um no ouvido do outro, e às vezes soltavam risinhos. Que droga! O QUE RAIOS ELE QUER COM AQUELA GAROTA? Quando a professora terminou de explicar, Zayn percebeu que eu encarava os dois com os olhos franzidos.

- É seu namorado?

- Por enquanto sim. Mas se continuar com isso, não vai durar muito - respondi, sem tirar o olhar dos dois.

- Não se precipite. Deixe ele se explicar antes de fazer alguma besteira que possa se arrepender - Zayn era bom de mais, sabe. Do tipo melhor amigo, que te dá conselhos e é fofo a todo instante.

- Obrigada, Zayn. Mas a explicação vai ter que ser muito boa para me convencer - dei ênfase no "muito".

Durante as duas aulas eu e Zayn fizemos o trabalho conversando. Ele era incrível e sempre me fazia rir. Terminamos o trabalho dez minutos antes de acabar a aula, e como todos as duplas já haviam terminado, ficamos livres para conversar. Me juntei na rodinha das meninas, e os meninos fizeram o mesmo. Ian se juntou com alguns amigos dele. Estava me ignorando e nem olhava na minha cara. Ok, isso está mega estranho! Faltavam cinco minutos para bater o sinal quando Zayn e Niall apareceram do nada na nossa roda. Percebi que os outros meninos observavam a gente.

- Querem sair para comer alguma coisa hoje? - perguntou Zayn.

- Claro - dei de ombros, olhando para as meninas. Todas assentiram. - Onde, e que horas?

- Pode me passar o seu endereço? Buscaremos vocês às três horas, na sua casa, pode ser? - ele disse olhando para mim. O loirinho também me olhava com aqueles olhos azuis penetrantes.

- Certo - escrevi meu endereço num pedaço de papel. - Aqui está - sorri.

- Vocês vão? - Niall resolveu se manifestar, se referindo as meninas.

- Claro! - todas responderam juntas.

- Então, até lá - eles sorriram e voltaram para o lado dos outros. Percebi que Zayn assentiu com a cabeça para o resto dos meninos, como se dissesse "elas aceitaram". O sinal bateu e todos saímos. No portão da escola eu e as meninas demos uma paradinha para conversar.

- Quero todas na minha casa, às duas. E estejam prontas - eu disse, em tom autoritário. Todas assentiram e foram para suas casas.

You Got To Change Everything ( One Direction )Leia esta história GRATUITAMENTE!