Confused Kidnnaping

3.2K 157 12
                                    

A última coisa nesse mundo que eu queria aconteceu, a fama da minha irma já está me enchendo o saco, eu so queria sair e caminhar por ai junto dela mas nao, sempre tem que ter alguns tipos de fãns psicopatas. Eu tentei correr o mais rápido que consegui, mas no fim foi pra nada, eu tentei da uma perdida neles e entrei e em beco escuro e esperei todos irem embora pra sair de lá, até sentir uma mão no meu pescoço me puxar.

?? ─ Avise que achamos ela, a levaremos em minutos. ─ Senti algo em minha perna e logo depois eu apaguei.

                         (....)

?? ─ Acha que ele vai ficar assim por muito tempo.

??? ─ Não deveriam ter a dopado tanto, preciso que ela acorde logo.

Acordei em uma sala escura e bem bonita por sinal, e haviam pessoas estranhas na minha frente. De quem eles falam? Quem é ela?

??? ─ Parece que minha princesinha acordou.

─ Q-Quem é você?

??? ─ Não acha isso obvio? Seu futudo marido, querida.

─ P-Por que está me chamando de querida?-

??? ─ Não goste que te chame assim? Eu posso te chamar de pequena esposa se você quiser.

─ P-Por que me trouxeram pra cá?

??? ─ Não acha que está fazendo muitas perguntas querida?

─ S-Se você responder minhas perguntas eu paro. ─ Senti-o segurar minhas bochechas.

??? ─ Está muito atrevida não acha? As pessoas me dizem por aí que você é fofa não ignorante.

─ V-Você deve estar me confundido com Alguém....

??? ─ o seu atrevimento me irrita, as vezes eu tenho vontade de te silenciar Akira.

─ M-Meu nome não é Akira.

??? ─ Como assim não? Eu pesquisei o bastante pra saber tudo sobre você, não vai me enganar tão fácil.

─ E-Eu não sou a minha irmã, será que pode me deixar ir embora por favor?

??? ─ Você acha que eu a confudiria tão fácil? Você é bem diferente daquele moleque sem jeito.

─ E-Eu não sou sem j-. ─ Ele apertou minhas bochechas.

??? ─ Você tem 1 minuto pra admitir entendeu.

─ M-Mas eu não posso admitir isso...

??? ─ Eu não quero ter que te machucar Akira.

─ E-Eu tô falando a verdade!

??? ─ Você não quer que eu vá atrás do seu irmãozinho não é? Então trate de falar de uma vez.

─ Não vá atrás dela por favor!

??? ─ Então admita de uma vez!

─ S-Se é isso que você quer, tá bom...

??? ─ Agora esta chorando? Não era você a atrevida? Mas eu não quero te machucar. ─ Ele soltou minhas bochechas. ─ Que bom que admitiu, agora você facilita pra mim e pra você. ─ Ele colocou uma venda nos meus olhos.

                  *Akira Yoshi*

Estava arrumando as coisas no meu quarto, hoje eu faria uma live junto com meu irmão, mas até agora ele não havia chegado e isso me preocupava muito, eu descobri que muita das vezes ele é confundido comigo e é sempre perseguido. Mesmo que ele sempre seja perseguido ele nunca chegou tarde, talvez eu devesse fazer a live sozinha, ou cancelar hoje e fazer quando meu irmão estiver aqui.

─ Acho que eu deveria cancelar a live.─ Peguei meu celular e iria postar um story nas minhas redes sociais.─ Assim que terminei de postar vi muitas pessoas reclamando sobre a live e até mesmo do meu irmão, e eu sempre respondo esse tipo de pessoa. Dessa vez eu achei que teria mais alguém reclamando sobre meu irmão mas a mensagem que apareceu não foi exatamente o que pensei, uma conta privada sem foto de perfil.

Não deveria mexer no celular da sua irmã.
- 16:14.

Achei aquilo muito estranho então apenas ignorei, continuei recebendo mensagens da mesma pessoa mas ignorei todas, meu irmão estava demorando pra chegar e aquilo já estava me preocupando. Resolvi ler as mensagens e a cada segundo me assustava mais.

Sua irmã não vai chegar me casa tão cedo.
- 16:15

Ainda esperando por ela?
- 16:20

Vai realmente me ignorar?
- 16:20

Acha que estou brincando?
16:21

O homem parou de mandar aquelas massagens estranhas, eu apenas deixei pra lá por mais que estivesse preocupada.

                            (....)

Algo de ruim aconteceu, o meu irmão ainda não voltou e já estava a noite, tentei ligar para o celular dele mas sempre dava na caixa postal. Isso só me deixava ainda mais desesperada, ele pode estar por ai perdido em algum lugar, e enquanto isso eu to aqui, sem nem ao menos ir procurar ele.

─ Eu vou sair pra procurar ele.

                     *Yuri on*

Nem percebir quando apaguei mas eu seu que acordei com alguém me cutucando.

??? ─ Vou tirar essa venda de você. ─ Senti alguém retirar a vendo do meu rosto e vejo a mesma pessoa de antes.

─ O-O que quer agora?

??? ─ Apenas vim ver você princesa.

─ P-Por que ainda me chama assim? Eu não sou uma garota.

??? ─ Apenas cale a boca, eu trouxe pães de queijo.

─ E-Eu não quero, não quero nada que venha de você! ─ Senti a cadeira onde estava ser empurrada com força.

??? ─ Você já está acabando com minha paciência, não quer que eu vá atrás de seu irmãozinho não é?

─ N-Não.

??? ─ Então é melhor você comer entendeu?

─ E-Entendi. ─ Ele levantou a cadeira novamente.

??? ─ Boa garota. ─ Ele colocou uma das suas mãos na minha bochecha. ─ agora coma.

Continua....

Como perceberam mudei o capítulo, pq não faria muito sentido com as ações dos próximos caps.

Perfect Hijacker (PAUSADO)Onde as histórias ganham vida. Descobre agora