✰30✰

252 32 76
                                    


EU VOLTEIIIIII FINALMENTE!!!!!!!!
Sentiram saudades?

Bom, eu disse que "demons" Estaria quase acabando, e sim, está, porém eu adicionei mais algumas etapas para não deixar ninguém confuso e não deixar um final aberto okay? Então por favor tenha paciênciaaaa.

E como eu já disse no capítulo anterior, vai ser alerta gatilho, não me odeiem obrigada...

— Mas já estamos quase no meio do caminho

Ops! Esta imagem não segue as nossas directrizes de conteúdo. Para continuares a publicar, por favor, remova-a ou carrega uma imagem diferente.

— Mas já estamos quase no meio do caminho... — Olho através da janela.

— Já cometi erros demais — Ela fala fazendo a volta.

Sorrio para o retrovisor enquanto olhava seu reflexo, eu tenho orgulho dessa mulher, muito orgulho...

                        Jaebeom

"Certifique-se de tomar os remédios direitinho okay? Eu e a Lia já já saímos da escola, Tchau Jae"

Desligo a chamada com o Jinyoung e coloco a carta sobre a pequena mesa da sala, tiro as roupas de hospital e as troco por uma mais casual, assim, me fazendo passar despercebido pelos enfermeiros.

— Senhor? — Uma enfermeira de cabelos loiros e cacheados me para tentando ver minha identificação. Espremo os olhos e faço uma careta.

"Merda... "
Finjo tossir desesperado a fazendo se afastar assustada, reviro os olhos e continuo o meu caminho até a saída do hospital.

                               (...)

— Lim Iseul. — Falo para o policial que me perguntava quem eu estava indo visitar.

— Ah, vou chamar ele — Fecha a porta da sala de visitas.

Respiro fundo, uma, duas, três vezes, tentando me controlar e não chorar naquele momento em que ele apareceu com um sorriso cínico e um olhar divertido, diante de tudo que ele fez ele sorria como um psicopata.

— O que trás meu querido primo aqui? Pensei que não queria mais me ver! — Senta na cadeira a frente e rir debochado.

— Hyung... Por quê? Por que você fez isso? — Pergunto com uma voz trêmula e os olhos marejados.

— Prazer, foi um prazer! – Suspira sorrindo — Ver os sofrimento de vocês! Ver você se acabar pouco a pouco, ver as pessoas te odiarem! Ver você quase morrer, ver você ser um idiota adolescente e mimado, FOI UM PRAZER! — Cospe as palavras rispidas que faziam qualquer um se enfraquecer, mantenho a minha cabeça erguida mas logo a abaixo.

— Eu pensei que...

— Que eu era o primo que estaria do seu lado para sempre? Te ajudaria? NÃO! — Bate na mesa me fazendo afastar em um susto — Você tem que entender, que ninguém está do seu lado, nem mesmo aquela garota sonsa, você tem que entender que é um inútil mimado! Você imaginou o quanto eu te odiei por simplesmente você existir? Por você simplesmente respirar! Eu te odeio Jaebeom, eu sempre te odiei!

Demons | Jay b Got7Onde as histórias ganham vida. Descobre agora