21-verdades

1.4K 97 43
                                    

- LILLY POR FAVOR, PARA - joanny entrou na frente da namorada de sophie, o que me fez parar com o punho quase encostado na cara dela

arregalei o olho e me levantei

- noah, me desculpa- eu disse

- ta brincando?? foi a melhor festa que eu ja dei em toda a minha vida

- eu tenho que concordar - o cara pelado

- MEU DEUS STEFAN VAI POR UMA ROUPA! - disse a menina de franja rosa

- ta na minha hora galera... - puxei ketlyn e sai sem olha pra trás

- ei calma, o que vc tá fazendo? - ketlyn perguntou

- eu vou pra casa ketlyn, fique ai se quiser

- lilith? - joanny

- você não desgruda nunca? sua sem sal do caralho, da um tempo joanny ! - ketlyn disse

- ketlyn, vai pro carro e não se mete - eu repreendi ela

- nossa, alguém que faz aquilo que você manda, era disso que você precisava né?

- se me chamou aqui pra ser ridícula, então pode voltar la pra dentro joanny, não estou afim de conversas agora

- lilith você transou com sophie, brigou, não esta se aguentando em pé!

- idai?

- eu to sendo muito idiota vindo atrás de você

- sim joanny, você esta!

- você nunca vai parar de ser escrota?

- ah, eu sinto muito querida, se eu não quero uma vida de casada com filhos, animais de estimação e uma rotina, sinto muito se não quero mudar sobrenome, se eu não sou tão doce e amável pra você, SINTO MUITÍSSIMO MESMO POR ESTAR SENDO CULPADA POR TUDO O QUE ACONTECE COM VOCÊ, JA QUE VOCÊ É SÓ UMA GAROTINHA INDEFESA FILHA DA PUTA QUE SABE DAS MINHAS DECISÕES MAS CONTINUA CORRENDO ATRÁS DE MIM, JOANNY PARA! MINHA DECISÃO É E VAI CONTINUAR SENDO ESSA, EU NÃO QUERO O QUE VOCÊ QUER E EU NÃO MEREÇO SER CULPADA POR ISSO, EU NÃO VOU VIVER UMA VIDA INFELIZ SÓ PQ VC QUER POR UMA ALIANÇA NO MEU DEDO, NÃO! EU NÃO VOU.

- eu não sabia que você se sentia assim...eu...eu

- você nunca perguntou nada pra mim, deduziu coisas e decidiu me culpar pelas TUAS expectativas

- lilith você flertou com catarine no dia da lanchonete

- meu deus idai, eu nunca disse que eu seria só sua

- ELA ERA MINHA AMIGA

- se fosse tão amiga sua, não teria sentado na minha cara e gemido tão alto - eu disse em um tom arrogante e provocativo

* PAFT *
Joanny me deu um tapa na cara

- você enlouqueceu?????!!

- agora é a minha vez de falar dacota, você NUNCA, NUNCA MAIS vai falar assim comigo, eu não sou a sua submissa e eu não sou a sua cachorrinha

- mas antes implorou pra ser não é?? qual é joanny, agora vai dar uma de dominadora? você nunca vai passar disso, de uma submissa de coração frágil e muito fácil de ser manipulada

os olhos de joanny encheram de lágrimas e ela que antes olhava em meu olhos, agora virou o olhar para o outro lado

- você... você é nojenta lilith, realmente a pior pessoa que eu ja conheci, e eu não consigo simplesmente odiar você

- se vier com papinho fraco, ridículo e cheio de sentimentalismo eu vou apenas virar as costas e sair daqui

- sabe qual o seu problema?

- me diz ai

- você é fraca

- ah, eu que sou a fraca joanny?

- fraca, covarde... você usa as pessoas porque você é infeliz e não quer que ninguém veja isso em você, quer estar sempre por cima e ACIMA de todos, você é tóxica, as únicas coisas que eu vejo quando eu te olho são dó e desprezo

- arram, e uma vontade louca de me dar de novo, ou você acha que me engana? - comecei a andar lentamente até ela - eu conheço todos os cantos do seu corpo, eu sei onde arrepia, se onde você vira os olhos, quando vai gozar, eu sei os 5 jeitos de mexer a perna quando esta nervosa, as caras que você faz quando algo te incomoda, eu sei quando você quer cantarolar, eu sei das suas camisetas preferidas, eu sei que você gosta de batata frita com sorvete quando chora e esta querendo isso nesse momento joanny, eu sei como você gosta do beijo, da pegada, e principalmente quando eu seguro na sua cintura

*puxei joanny pela cintura*

- desse jeito - encontrávamos olhando nos olhos uma da outra - conheço seus gemidos, seus brinquedos favoritos, seu filme especial, sei que vc só dorme se tomar um banho quente e leite puro, seu biscoito favorito é tortinha de morango, você prefere doritos com refrigerante de uva, e ama um macarrão com molho branco e frango desfiado, eu conheço tudo de você joanny, você não percebeu mas eu te estudei todo tempo, como uma psicopata? sim, mas tudo isso pra ser boa o suficiente pra você, e não ter que escutar as coisas que vc disse, o tempo todo vc só exigiu coisas de mim que eu não posso te dar, mas esqueceu de todas as coisas boas que estavam presentes ali pra vc a qualquer momento, se queria um príncipe num cabalo branco, eu sinto muito, primeiro pq eu odeio que montem em cavalos e segundo pq eu sou uma garota, mas se quiser uma princesa de carro eu to aqui tranquila, mas eu não vou te dar um namoro com destino a casamento, não faz parte dos meu planos

- e....

*interrompi joanny*

- não fala nada, definitivamente eu não to afim de escutar a sua voz, chantagem emocional ja me fizeram de monte, isso não faz efeito em mim, quer sumir? some de uma vez, se ficar, sabe como e quem eu sou, não vou mudar por você, bom... agora eu tenho que ir, passar bem

soltei joanny e virei, sai sem olhar pra trás e entrei no carro, joanny continuou paralisada do jeito que deixei ela

- você esta bem dacota?

- vou te levar pra sua casa ketlyn

* 30 min depois *

ja havia deixado ketlyn na casa dela, e estava estacionando meu carro na garagem, meu pai ja tinha chegado, mas pelo horário ele certamente estaria dormindo, entrei em casa e tomei o maior susto do mundo

- dacota?

- MÃE????

o lado escuro do sexoOnde as histórias ganham vida. Descobre agora