Capítulo 6

5.8K 517 60
                                                  

O Primeiro

Andei até o meu loft, ainda lembrando do momento em que a segurei pelo pescoço. Seus olhos assustados me deixaram angustiado e aquela sensação ainda habitava meu peito. Não fazia ideia de como me redimir. Ela chorou por minha causa e não a julgaria por me chamar de idiota. Foi exatamente isso que eu fui.

Entrei em meu quarto e tirei a roupa molhada. Coloquei minha 9mm preta sobre a mesa e fui tomar um banho quente, com pensamentos vagarosos envolvendo Kimberly Digory. A imagem de seus cabelos vermelhos encharcados sendo jogados para trás na força que ela se virou para correr, martelava minha mente.

— Chega! — Obriguei-me a pensar em qualquer outra coisa assim que desliguei o chuveiro. Algo que não a envolvesse ou que no mínimo, afastasse meus pensamentos dela.

Antes de colocar a roupa, sentei-me na cama, olhando para o pequeno criado mudo que ficava ao lado da minha cabeceira. Ali dentro estava a minha força de cada dia, a lembrança do meu tormento, da minha tristeza e o motivo pelo qual eu nunca iria desistir. Todas as manhãs, eu olhava para ela antes de sair do quarto ou à noite antes de dormir, e hoje não seria diferente. Abri a gaveta e suspirei, olhando a foto que guardava, como uma herança de família. Melissa fazia uma careta e obrigava os meus pais a acompanharem nessa loucura. Eu bati a foto e mesmo que não estivesse nela, foi colocada em destaque na parede. Embaixo do porta-retratos estava escrito Os Clarent. Nos divertimos muito tempo com aquela foto. Meu pai parecia uma criança e sabendo por tudo o que ele já havia passado, eu tinha certeza que era um dos raros momentos que ele se permitia relaxar com a família. Aquela pequena lembrança foi tudo que sobrou da nossa casa e da minha família.

Hoje ela servia para me lembrar que perdi tudo, para me lembrar que as pessoas que eu mais amava se foram e que nunca mais poderia vê-las. E era assim que escolhia acordar cada um dos meus dias, com minha dose exclusiva de dor. Guardei a foto e pensei por onde começaria o meu dia. O plano de busca e resgate do agente Digory já havia sido traçado e já estava em andamento. Esperava encontrá-lo logo. Não apenas por que ele fez parte de uma decisão especial na minha vida, mas principalmente, pela filha dele.

Pensando nela novamente, lembrei-me do dia em que ela chegou aqui. Fiquei a observando, cada passo, cada palavra arredia. Ela era exatamente como a mãe. Corajosa, ousada. Era como ver Savannah, até mesmo pelos cabelos cor de fogo. Cheguei a pensar que ela fosse pular pela janela da sala da diretora Herrera para não nos acompanhar. E então, ela recebeu a devastadora notícia da perda da mãe. Assim que Kian a deixou sozinha no quarto, comecei a fazer uma ronda por lá insistentemente. Simplesmente, não conseguia ficar calmo sem saber como ela estava se sentindo. Aquilo não era nada demais, faria com qualquer um que chegasse nas mesmas situações que ela. Mas não sabia explicar por que meu peito doía quando me lembrava de cada grito e choro desesperado que ela emitiu naquela noite. Por três vezes, tive que me controlar para não entrar em seu quarto. Comecei a murmurar para mim mesmo que ela precisava de tempo para lidar com a situação. Tempo! Foi isso que dei a ela. Digory não quis jantar, tomar café, almoçar e nem sair do quarto. Aquilo já era demais. Fiquei feliz quando pedi a Kian que levasse o jantar no quarto e ela aceitou. Ele sempre teve uma forma melhor de lidar com as pessoas. E deu certo. Para mim, era o suficiente.

Despertei dos meus pensamentos quando meu rádio emitiu um sinal. Não dormi naquele resto de madrugada e o sono sequer apareceu.

— Na escuta, Kian!

— Primeiro, preciso que alguém ministre a aula de defesa pessoal de hoje. Avistamos alguns movimentos estranhos nos infravermelhos ao redor da Área e estou indo com Jason e o agente instrutor da aula conferir. Positivo?

— Precisa de ajuda?

— Não, está tudo bem! Estamos no meio do caminho.

— Vou ministrar a aula.

Área Militar -DEGUSTAÇÃO Onde as histórias ganham vida. Descobre agora