capítulo 3

3.3K 247 59

April on #

Acordei no quarto Graça, mas esta não estava à minha beira o que significa que deve ter ido trabalhar mesmo sendo domingo.

- SOZINHA EM CASA! VOU FICAR COM O PIJAMA O DIA TODO!!!!- gritei com entusiasmo

- Queridos vizinhos vão ter de ouvir música o dia inteiro, espero que não se importem - disse para mim mesma, não seria a primeira vez que os vizinhos reclamavam da música nas alturas mas sinceramente nem quero saber hoje faço o que quiser! Vou ter é de limpar esta porcaria que os meus belos ataques de pânico porque não me dá um ataque que me faça cair para o lado? porque não morro de uma vez? será que é pedir muito? eu só quero ir ter com os meus pais! Se é que eles querem porque Eu é que sou a culpada por a morte deles EU sou uma assassina! E pronto lá estou eu a chorar mais uma vez feita uma Maria Madalena quando ouço o telemovel a tocar.

chamada on#

- Olá Aps

- Olaaa Kelsey!! Ligaste porquê?

- Então eu estava a pensar em como os testes estão à porta e a Mia é boa aluna e a mãe dela explica bem podíamos ir para lá estudar! Que dizes?

- Eu hoje estava a pensar ficar em casa o dia todo mas acho uma boa ideia começar a estudar. Eu vou!

- Fixe então eu passo por tua casa no fim do almoço! Aii estou tão empolgada, vai estar lá a tia dela aquela tola kkkkk parece que vai passar uns dias na casa da Mia

- hahaha mas porquê que dizes isso dela?

- Então tu não sabes da nova? A mulher têm um corvo de estimação!!!

- Que nojo, Odeio corvos!

- Ainda não viste nada se achas isso mau nem quero ver a tua reação quando o corvo disser " Olá "

- Olá? Como assim? Oh... está a mentir os corvos não falam!

- Também pensava assim até o corvo me ter dito "olá " é que no outro dia fui buscar uns livros que me tinha esquecido na casa da Mia e estava lá a tia dela com o corvo, ela disse que o corvo também imita aquele barulho que os carros fazem a buzinar

- Ok que tal parar de falar nessa coisa preta, feia, com o bico grande e penuda?

- Penuda?

- Sim o pássaro tem penas logo é penudo!

- hahahaha

- Que foi?

- Nada, nada olha tenho de ir xau beijinhos Aps

- Xau beijinhos chata

Chamada off #

April on#

Okey eu não quero mesmo nada ver a tia da Mia mas vai ter de ser. Como está quase na hora da Kelsey me vir buscar vou me vestir, parece que o meu plano de ficar em casa sem fazer nada foi por água a baixo. No fim de me vestir e almoçar fui para a sala à espera que a campainha tocasse, o que não demorou muito.

- Olá -disse com um grande sorriso no rosto

- Olá princesa! Vamos?

- Sim, vou só buscar a minha mala! - Em dois minutos já tinha voltado.

- Vamos a pé ou vieste de carro?

- Essa pergunta foi estúpida! Achas que íamos a pé para a casa dela? Ainda é longe já para não falar no frio que está hoje

- Pois.... - Entramos no carro e em vinte minutos já tínhamos chegado ao nosso destino " casa da Mia onde ia estar a sua tia que bate mal da cabeça". Batemos à porta, e eu fiquei inteiramente agradecida por ter sido a mãe da Mia a abrir a porta.

- Olá meninas ainda bem que chegaram! Fiquem à vontade a casa é como se fosse vossa, a Mia já vem ela foi só tomar banho.

- Ok senhora Rose - dissemos ao meu tempo.

- Meninas já sabem que não gosto que me tratem por senhora! - assentimos as duas ao mesmo tempo. Uns segundos depois aparece uma senhora

- Olá Kelsey e...

-April - disse a uma senhora que supostamente é a tia da Mia

- Olá April sou a Allison a tia da Mia muito prazer- pronto as minhas dúvidas acabaram de ser esclarecidas.

- Olá senhora Allison - disse com um sorriso embora a Kelsey a achasse tola... eu não ia julgar a senhora sem a conhecer apesar de estar um bocado com o " pé a trás " em relação a ela mas pronto.

- Por favor só Allison a senhora ficou no céu!

- Okey Allison - simplesmente respondi sem muito

humor na voz, espero que ela não me tenha achado antipátia.

- Então Allison está a gostar de cá estar?- disse a Kelsey e agradeço mentalmente por ela nos ter tirado daquele clima.

- Sim, claro que sim é sempre bom estar com a família também! Ultimamente tenho me sentindo muito sozinha.

- Desculpe perguntar mas a senhora não é casada nem tem filhos?

- Não! Eles morreram num acidente!- Odeio ser curiosa e ter grande língua.

- Peço imensa desculpa!

- Oh, deixa estar querida todos nos vamos sempre perder algo ou alguém que amamos!

- Allison a Mia disse uma vez que conseguias ler as mãos isso é verdade? - A sério Kelsey?

- Sim é verdade minha querida!

- Pode ler a minha?

- Sim posso tentar! Dá cá a tua mão! - ela assim o fez.

- Bem estás a ver esta linha aqui? Quer dizer que o destino vai controlar o teu amor!

- Ai que giro!!!! Já viste April que fofo- ok a curiosidade estava a tomar conta de mim, mas quando ia perguntar à Allison o que ela conseguia ler nas minhas mãos a Mia aparece.

- Olá gente linda! Então tia o que andas a fazer?

- Estava a ler a mão da Kelsey!

- Ai sim? Agora tens de ler a minha também não te esqueças do que me disseste!

- Ok, ok eu leio dá cá a tua mão!

- Então as tuas relações vão ser sérias e vais ter dois casamentos!

- DOIS? Mas eu não me quero divorciar!

- Hahahaha- rizada geral. Cada vez mais ficava mais curiosa até que não conseguia conter mais.

- Senhora Allison então e a minha mão - levantei a minha mão e ela mal olhou fez uma cara muito estranha e respondeu

- Ainda é muito cedo para ler a tua mão as linhas ainda se estão a definir só quando tiveres 18 anos!

- Oh tia lê lá a mão dela- disse a Mia e eu agradecida mentalmente pois queria muito saber, mas as minhas esperanças acabaram assim que Allison se levantou e gritou

-NÃO, AINDA É MUITO CEDO E EU NÃO A QUERO ASSUSTAR!

--------------------------------------------------
Não se esqueçam de dar a vossa opinião ;) !!!!
Em breve atualizo o próximo bjs

 ( h.s)Leia esta história GRATUITAMENTE!