lCapitulo 1

1.4K 51 5

"Oi prazer meu nome é Cléo e todo mundo me chama de Cléo, pois é, Cléo é quase um apelido, amo meu nome, mas não vou ficar falando do meu nome né."

É, acho que não comecei muito bem, mas vamos do início.

Eu adorava morar na Lapa até que papai subiu de cargo e nos mudamos pra Tijuca, é a gente gosta bastante do Rio.

Agora tô aqui parada em frente a um Condomínio chamado Oásis e parece mesmo um Oásis, o lugar é paradisíaco. Segredo interno eu sou apaixonada pelo nome Oásis porque 1) Oásis nada mais é do que um paraíso no deserto, nossa isso é fascinante, 2) existe uma banda sensacional com esse nome, 3) é um nome cool né galera?

Recapitulando tô aqui. Deixamos nossas antigas coisas para trás até que a casa nova fique pronta, e começamos do zero em um flat mobiliado do Oásis. De certo mudaria de escola, de rotina e blá blá. Eu não tinha nada que me prendia a Lapa, exceto pelos amigos que eu veria de qualquer jeito.

A minha melhor amiga Duda descolou um intercâmbio nos States (#Chique), tentei descolar também, mas minha querida mamãezinha destruiu meus planos antes que eu os elaborasse com as seguintes palavras: -" nem fodendo filhota". Com esse jeitinho como contestar ?

E vamo que vamo!!!

- E aí filha o que achou do seu quarto, é legal né? Tem essa sacada, uma vista linda não acha?

- É lindo mãe, amei! - amei mesmo que quarto perfeito, cama de casal, vista ótima é muito lindo papo10, papo20 !!!

- Que ótimo filha, vai arrumando suas coisas aí, depois toma um banho e se arruma pra a gente jantar.

- Sim senhora. - falei fazendo gesto de referência dos soldados.

Tava arrumando minhas roupas no armário e comecei a ouvir voz e violão do outro lado, achei estranho o fato de um Condo. tão chique ter uma parede tão fajuta, mas percebi que se fechasse a sacada o som abafava, de certo meu amado vizinho (sei disso porque a voz é masculina) estaria tocando perto de sua sacada e de porta aberta, após fechar a porta da sacada eu a abri novamente. Nossa que voz linda, sério encantadora e o violão um pouco desafinado, mas a pessoa tocava muito bem e de repente me vi cantando junto o refrão da música do onze20 (minha banda favorita):

"Quero mergulhar no azul desse olhar

Poder navegar

Quero te dizer sem medo de amar

Eu quero você

Quero mergulhar no azul desse olhar Poder navegar

Quero te dizer sem medo de amar"

Quando percebi estava cantando sozinha ao som do violão, e lá de fora veio a voz:

- Eu quero você pra mim, eu quero você pra mim.

Como se nada tivesse acontecido ele continuou cantando e eu envergonhada só fechei a porta e voltei arrumar minhas trouxas.

Após minhas roupas, cai na caixa da lembrança e comecei a arrumar minhas fotos no meu mural e pendurei em uns suportes que já estavam lá, só tinham aqueles e caiu feito luva. Fiquei olhando minhas fotos com a Duda, algumas mega lindas e produzidas e outras com posições bizarras e decidi mandar um FaceTime falando:

- "Eii gigante estou na casa nova, mais tarde te mando um snap mostrando... amo você !!"

A Dudinha não é gigante, ela é baixinha, mas ocupa um espaço enorme no meu core. Opa olha meu celular vibrando:

"Amigaaaaaaa! Também te amo. Tenho muito babado pra te contar, mas agora não dar porque preciso estudar beijos. Boa sorte na nova residência

Ouvi ela na chamada, ri, depois de arrumar tudo fui tomar um banho, pensando no meu possível mico e pensando em como eu olharia meu vizinho querido, mas a parte do "eu quero você" da música pareceu bastante convidativa. Fiquei quase uma hora no chuveiro quando minha mãe gritou:

- Vamos filhotinha, já estou com fome.

Aí eu acordei do meu sonho acordada e fui pôr uma roupa bem bonita pra desfilar pelo Condo.

Lá era enorme, tinha o prédio onde ficam os flats e apartamentos, tinha o clube onde ficavam as piscinas e áreas de lazer, o restaurante e algo que eu não sabia direito o que era, no portal tava escrito OásisPlay, pensei que seria um playground ou algo do tipo, mas não dei muita bola porque estava faminta!!!

Tive que voltar pro flat sozinha porque meus pais queriam "dar uma namorada" como disse meu pai e eu tava cansada demais pra andar por aí. Quando as portas do elevador se abriram eu vi por que o nome do condo. era oásis.

Flat 83Leia esta história GRATUITAMENTE!