For every story tagged #WattPride this month, Wattpad will donate $1 to the ILGA
Pen Your Pride

-- É sobre o sequestro...

-- Judie, fica tranquila, nada irá te acontecer, não mais, irei proteger-te, confies em mim.

-- Eu confio, tu sabes. Mas é que quando estava com aqueles homens, não sei o motivo, mas eles mandaram-me afastar-me de ti. Eu implorava pra eles e dizia que não iria fazer nada daquilo que eles mandaram-me fazer, mas eles ameaçaram a minha família, a Luma e você. E eu sinto sua falta, eu quase não aguentei ontem quando te disse aquelas coisas, para ficares longe de mim... Foi por isso. Eles pediram pra me afastares de ti e ficar com aquele zagueiro louro, o Niall. Mas eu não gosto dele, juro-te. – Já estavas a chorar muito e Zayn percebeu meu desespero

-- Deita-te

-- Deita-te comigo, por favor Zayn, fiques comigo, eu preciso que fiques comigo...

-- Ei, calma amor, vai ficar tudo bem. Não irei deixar-te, nunca. Ficarei contigo sempre que quiseres.

A este momento, estava deitada e Zayn estava por cima do meu corpo, deixando todo o seu peso sobre meu corpo. Ele acariciava meu rosto e seus olhos cor de mel nunca abandonavam os meus, assim como também nunca deixava de olhar-lhe nos olhos.

-- Quer que eu fique aqui com você hoje?

-- Quero.

-- Sabes que eu amo-te, não sabes?

-- É eu sei. Sabes que eu amo-te também, não sabes?

-- É eu sei – nós rimos por termos usado as mesmas palavras.

Iniciamos um beijo e Zayn apertava minha cintura tentando juntar mais nossos corpos, minhas mãos viajaram pelo seu corpo moreno enquanto uma de suas mãos pousava em meu rosto.

-- JUDY O PAI E A... – Jeremy aparece na porta gritando e nós paramos o beijo um pouco surpresos e envergonhados, Zayn nem tanto, mas eu já sentia meu rosto corar. – Opa, desculpe atrapalhar...

-- Tudo bem Jer. – Zayn falou ajustando sua camiseta

-- Está toda vermelha Judyth. – Jeremy fala e cubro meu rosto com as mãos, é a terceira vez que isso acontece e sinto demasiado desconfortável.

-- O que veio dizer Jer? – pergunto.

-- Só vim avisar que o pai e a mamãe chegaram.

-- Pensei que disseste que eles iriam demorar... – sento-me na cama ao lado de Zayn

-- Quanto tempo achas que se passaram com vocês aqui em cima?

-- 10 minutos?! -- Zayn sugere

-- 15 minutos no máximo

-- Quase duas horas. Agora, levantem esses rabos daí e descem um pouco.

-- Podes ir na frente. -- Zayn fala e meu irmão mais velho encosta a porta. -- Então vamos descer?

-- Vamos lá.

Levantamos da cama e antes de sairmos do quarto, abraço Zayn o mais forte possível.

-- Promete não deixares-me? Não importa quantas ameaças aparecerem, não importa o risco que corremos, promete não deixares-me?

-- Prometo Judy. -- Desfazemos nosso abraço, Zayn pega minha mão e a entrelaça com a sua. Fico observando seu gesto e dou-lhe um beijo rápido.

-- Acho que não há palavras que descrevam o tamanho da minha paixão por você. -- olho-o enquanto nos dirigimos para as escadas e ele olha-me

-- Acho que não há palavras que expliquem o porquê de eu precisar tanto de você ao meu lado. -- ele dá um sorriso e olho para baixo com o rosto um pouco corado.

I'm Afraid of LoveLeia esta história GRATUITAMENTE!