Capitulo 5

45 5 0

  Eu acordei eu vi meus pais brigando, precisei escutar é claro. 

Mãe: Eu não aguento mais, preciso fazer alguma coisa, não quero mais fica em casa sozinha, ta tudo diferente.

 Pai: Calma meu amor, esta tudo bem, você só esta se sentindo só.

Mãe: Jhon, não é isso, as coisas de casa estão sumindo, a Tabitta ta crescendo e não estamos vendo porque ela fica na escolinha o dia todo, igual a Halle, vc Edward e July não ficam em casa por causa do trabalho.

Pai: Helena eles estão bem, arrume alguma coisa pra fazer, Vem ca, me da um abraço, vai fica tudo bem. 

  É ficar sozinha não esta sendo bom para minha mãe, de todo jeito arrumei minhas coisas e sai.

  Ja estava de noite, eu estava vindo do ensaio, quando vi minha irma caida no chão, ela estava toda vermelha, eu fiquei desesperada, então sai correndo, entrei em casa gritando

MÃÃEE... MÃÃÃEEEE

PAAAAAI.... ED .... PAAAAAAAI.... MÃÃÃEEEE

 Quando meu irmão desceu a escada desesperado

Ed: oque fui Halle ??

Eu: Cadê o pai ? 

Ed: Foi com a mãe na reunião da Tata, oque aconteceu ?

Eu: A July ta desmaiada, la no beco dos negão (era assim que era conhecido aquela parte do bairro)

Ed: Oque ela ta fazendo la ? corre...

 E nós corremos até la, ela estava com o nariz sangrando, cheio de pozinho branco, com a pele avermelhada. Ed pegou ela e entrou no carro que tinha acabo de comprar, deitou ela sobre meu colo e corremos para o hospital. 

Halle, não conta isso pros nossos pais ok ? Vai fica tudo bem com a July, só não fale. 

Meu irmão me disse meio desnorteado, eu só respondi ok e fomos. 

 Eu não pude entra dentro do hospital, eles demoraram la. 

  Depois de um bom tempo, eles sairam, July parecia estar bem fraca, e estava sendo carregada por Ed, então chegamos em casa...

 Onde vocês estavam ? - disse minha mãe 

 Eu levei as meninas pra da um voltinha no meu carro novo. - Ed respondeu, então minha mãe retrucou:

 - A essas horas ? é perigoso, você levou a Halle pra onde ?

- Calma Helena, só foram da uma volta, Ed é responsavel, e July estava junto. -Meu pai falou

 Então subimos quietos e fomos dormir. 

 No outro dia July veio fala comigo logo de manha. 

July: Halle, ta acordada ?

Eu: Oi, agora estou (dei uma risadinha) 

July: Você pode me dizer porque eu estou com uns machucados ? 

Eu: Você não lembra de nada?

July: Não 

Ed: você não divia ter vindo fala com ela (Ele chegou do nada no quarto e falou com uma voz alta)

Eu: Ed calma

Ed: Você estava deitada no chão, toda vermelha e drogada.

July: Eu posso explica.

Ed: Não, não pode não, a sua irmã mais nova teve que vir aqui chama alguem para poder te tira da rua, isso porque ela ja vil você uma vez com aqueles caras, oque você tem na cabeça July? Qual o seu problema ? oque ? vai vira puta agora também ? Porque suas amigas ja são.

Eu: quem são aqueles caras ? 

Ed: Você quer saber quem são ? quer saber oque fazem? eu vou te fala noque sua irmã ta se metendo.

July: Edward não. Por favor. (ela falou chorando)

Ed: Eles são uns drogados,vagabundos, que ficam roubando e mexendo com pessoas inocentes, e sua irmã esta igual.

Eu: July... 

July: Não Halle, não sou assim, eu explico...  Eu não estava gostando daqui, até que fiz umas amizades e não as conhecia tanto, e elas me apresentaram esse povo e tudo isso, eu não conhecia por isso experimentei (ela falou chorando muito)

Ed: Você não pode mais viver assim, da um jeito, e deixa isso muito longe das meninas (ele estava muito bravo, nunca o vi daquele jeito, então ele saiu e foi trabalha) 

July chorando muito, colocou a mão no meu pescoço, chegou mais perto e falou:

 - Escuta Halle, eu não sou uma pessoa ruim, nunca matei ninguém nem judiei, eu vou melhorar, eu prometo pra você ta ? 

 Então me abraçou. 

 Eu tive que entende, não fiquei com raiva, mas muita dó, eu disse que tudo ia ficar bem, então saimos e fomos cada um fazer suas coisas

Um salto no escuroLeia esta história GRATUITAMENTE!