For every story tagged #WattPride this month, Wattpad will donate $1 to the ILGA
Pen Your Pride

6.

Alex acordou no hospital. Reconhecia as instalações do Hope Zion. Estava deitada na cama, usando a camisola hospitalar, ouvia as batidas (agora calmas) do seu coração na máquina e um pequeno tubo de oxigênio a ajudava a respirar melhor. Tirou-o.

- Opa, já querendo se dar alta, doutora? – Tom chegou perto dela com um prancheta. – Por isso que médicos são terríveis para serem tratados. – ele disse, bem humorado.

- Estou melhor, não preciso de oxigênio extra, consigo respirar bem. – ela disse, tranquila e Tom acatou. – Porque estou aqui?

- Porque voce teve uma arritmia cardíaca. Poderia ter infartado sabia? – ele falou, anotando algo na prancheta. – E não é a primeira vez que esse seu coração fica rebelde.

- E voce e Joel me trouxeram para cá...

- Sim, mas eu te carreguei no colo. – Tom deu uma piscadela. – Não iria deixar aquele parasita te tocar, ainda mais que voce estava só de roupão.

Alex corou levemente e Tom achou graça. Tom puxou uma cadeira e colocou perto da cama dela. Estava sério.

- Alex, agora sem brincadeiras. Seu coração está mais acelerado do que o normal. Voce já teve problemas cardíacos. Eu recomendo uma bateria de exames para termos certeza se está tudo bem.

- Está tudo bem. – ela afirmou.

- Alex, é sério. Estou preocupado com voce. Não quero te perder agora. – ele tocou na mão dela, com carinho.

Alex ficou comovida e deu um sorrisinho.

- Não vai me perder, não seja bobo. Não que nós tenhamos algo e...

- Poderíamos ter. Nos entendemos bem, seu sofá é prova disso. – ele deu uma piscadela.

Alex lhe mostrou a língua e Tom riu. Joel entrou no quarto e Tom fechou a expressão, mas jurou não brigar com Dr. Goran, não por Joel, que ele odiava, mas por Alex. Não queria que ela ficasse nervosa e agitá-la a ponto de ter mais uma crise.

- Alex, tudo bem? – Joel se aproximou da ex.

- Tudo. – ela garantiu. – O que voce foi fazer no meu apartamento, Joel?

- Apenas uma despedida. – ele falou e Tom deu um breve risinho irônico. Joel estreitou os olhos para o médico e depois olhou para Alex. – Aí, vi aquilo...

- Não viu nada demais, Joel. – disse Alex, séria.

- É, voce empatou antes de começar a partida. – provocou Tom, que levou um beliscão na mão de Alex.

- Eu sei muito bem o que voce quer, dr. Baxter. – disse Joel, irritado.

- É? E o que eu quero? – Tom o encarou.

- Voces vão discutir de novo? – perguntou Alex, impaciente.

- Não. – os dois disseram ao mesmo tempo, resignados.

- Ótimo.

Um breve silêncio instaurou-se no quarto, até Alex puxar assunto de novo.

- Voce vai embora hoje, Joel?

- Sim. – confirmou Goran. – Vou sentir sua falta, Alex. Só queria... dizer adeus.

- Bom, já está dito. – falou Alex.

Joel apenas assentiu, decepcionado. Tom segurava-se para não rir. Joel levara um fora definitivo. Joel deu um beijo no rosto de Alex, mesmo diante do olhar carrancudo de Tom. Joel olhou para o 'rival'.

Fanfics Saving HopeLeia esta história GRATUITAMENTE!