Present day

147 14 5

A Ashleigh e o Josh vieram até ao meu quarto a discutir sobre alguma coisa.

“O Josh empurrou-me do baloiço!”

“Não, não empurrei!”

“Sim, empurraste sim! Olha!” ela apontou para as marcas vermelhas nos seus joelhos.

“Josh pede desculpa!” eu disse com uma cara séria.

“Desculpa”

“Certo agora vão-se sentar, o jantar está feito” apontei para a mesa.

Eu amo-os tanto, para quem tem 4 anos , eles fazem tudo.

“Mãe?” eu virei-me para a Ashleigh.

“Sim?” eu disse enquanto enfiava a fatia de pizza na minha boca.

“Na escola, hoje tivemos de desenhar a nossa família e eu só desenhei 3 pessoas, porque é que não temos mais? A Summer desenhou 20”

Eu sabia que tinha de lhes contar mais cedo ou mais tarde. Éramos só nós os 3 e ia ser assim por muito mais tempo.

“Bem a minha mãe e o meu pai deixaram-nos antes de vocês nascerem porque a mamã não foi responsável. ” eu menti, porque eu não lhes ia dizer que me expulsaram por causa deles.

“Ooh” foi tudo o que ela disse. Eu acho que quando ela for mais velha eu vou contar-lhe, nas neste momento ela precisa da história mais suave.

Eu continuava a comer pizza. Eu devia ser crítica porque já comi todos os tipos de pizza e como pelo menos duas vezes por semana!

“Porque é que não temos pai?” o Josh disse, acordando-me dos meus sonhos com pizza.

“Bem... Ele deixou-nos antes de vocês nascerem porque ele... ele não estava preparado e ainda tinha o trabalho.”

O Michael é um assunto se conversa difícil porque eu ainda o amo e ele deixou-me quando eu estava grávida, e sem nada. Ele nem se importou que tivesse duas crianças e que o Josh precisa-se de ajuda porque ele tem autismo e era difícil arranjar trabalho sem qualificações porque saltei a escola para tomar conta deles.

Eles não responderam, o que foi bom. Não ia conseguir lidar com mais perguntas.

Eu acabo de comer a minha pizza quando o telefone tocou o que assumi que fosse a Abby porque amanhã seria o aniversário dela e eu prometi que ia; enquanto a Stella tomava conta dos gémeos.

Eu apanhei o telefone sem ver quem era, porque ela é a única que me liga.

“Olá”

“Olá” uma voz masculina e grossa disse, era-me familiar mas eu não me lembrava.

“Quem é que fala?”

“É o Michael ”

E depois tudo ficou preto.
-----------------------------------------------
Heyaaa meninas o que acharam deste capítulo? O que acham do Michael? O que acham que vai acontecer no próximo capitulo?!
Bem, votem e comentem porque assim é que consigo saber se gostaram ou não ☺☺☺☺☺

Music or you (tradução)Leia esta história GRATUITAMENTE!