Fim das férias

33.4K 537 64

[Júlia]

Segunda-feira. O despertador do meu celular me acorda às seis horas, tocando Payphone do Maroon 5, que é uma das minhas bandas favoritas. Infelizmente, nem a minha banda favorita me alegraria naquele dia. Sim, o dia mais temido de todas as férias (que no fundo eu sabia que chegaria) havia chegado. Era o primeiro dia de aula, e eu estava super cansada pois o domingo havia sido bem agitado na festa de 17 anos das minhas primas gêmeas Larissa e Gabriele.

Me levantei, fiz a minha higiene e coloquei uma calça jeans com a camiseta do uniforme e meu all star de cano alto. Coloquei meu colar de prata que tinha a forma de uma palheta de violão e uns brinquinhos pequenos apenas para preencher os buracos de minhas orelhas. Passei uma maquiagem básica para esconder as olheiras e peguei o anel que meu namorado Ian havia me dado. Automaticamente sorri lembrando dos momentos que passamos juntos. Estava com saudades, pois já fazia dois meses e meio que não o via. Peguei a minha bolsa, coloquei meu caderno dentro e desci. Meu pai estava na cozinha. Terno escuro, gravata perfeitamente amarrada e todo cheiroso como sempre, tomando seu café da manhã.

– Cade a mamãe, pai? – perguntei despejando um beijo em sua bochecha. Peguei minha xícara e a enchi de leite.

– Ela ainda está dormindo, e pelo jeito vai continuar assim até umas 11 horas – respondeu, tomando o ultimo gole de café da sua xícara.

– Pelo visto eu e as meninas teremos que ir a pé, não é? – revirei os olhos.

– A escola é aqui pertinho, e você pode muito bem andar um pouco de vez em quando, Júlia – ele disse se levantando e dando um beijo em minha testa. – Agora vá, senão você vai se atrasar.

– Ok pai, já estou indo. Bom trabalho.

– Boa escola – ele respondeu e saiu. Terminei meu café e liguei para Larissa para ter certeza de que ela e Gabi já estavam prontas.

– Alô? – Lari atendeu meio sonolenta.

– MENINA, EU JURO QUE SE VOCÊ AINDA ESTAVA DORMINDO EU VOU TE COLOCAR NUM SONO ETERNO! – gritei.

– Eita, menina chata! Relaxa, sua louca. Eu já estou pronta, mas ainda estou com sono, ok? – ela riu fraco.

– Ah, sim, então me desculpe, você ainda vai viver bastante – eu ri. – Bom, eu já passo aí, vamos ter que ir a pé hoje.

– Ah, cara, que merda! – ela disse já se irritando e desligou. Peguei minha bolsa e as chaves, dei um beijo em minha mãe e em meus irmãos que ainda dormiam pois estudam no período da tarde e sai a caminho da casa das meninas. Quando cheguei, toquei a campainha e Gabi abriu, me dando um beijo e me puxando para dentro.

– Cara, eu ganhei tanta coisa linda ontem! – ela disse muito animada enquanto apontava freneticamente para uma pilha de embrulhos de presente rasgados no canto da sala.

– Que ótimo, sério. Estou muito feliz por você, mas realmente temos que ir, senão nos atrasaremos – eu disse, puxando-a em direção a porta. – CADE VOCÊ, LARISSA?

– Tô descendo! – Larissa apareceu na escada colocando um brinco de argola grande, cheia de maquiagem, como sempre.

– Ok, então vamos! – puxei as duas e saímos. Fomos conversando a caminho da escola.

– Então Jú, hoje você vai lá em casa para ver os presentes que ganhamos, não é? – Gabi disse e Lari concordou com a cabeça, toda animada.

– Não sei não, meninas. Se o Ian não me chamar para sair...

– Já está nos trocando, que decepção! – Lari disse olhando para Gabi e cruzou os braços, enquanto esta fazia o mesmo, assentindo com a cabeça.

You Got To Change Everything ( One Direction )Leia esta história GRATUITAMENTE!