Capítulo 4

6.6K 516 149
                                                  

- Você está com uma interrogação no meio da testa. O que quer saber? - Chloe me perguntou quando as luzes se acenderam.

Antes de falar qualquer coisa, passei os olhos pelo salão na esperança de ver algum deles por ali, mas tanto o Primeiro quanto Kian haviam sumido depois da apresentação.

- Considerando que eu não sei nada, qualquer coisa que me falarem será ótimo. - Dei de ombros. - O Primeiro! Qual a história dele?

- Eu sei tudo sobre ele. Aliás, todos nesse lugar sabem tudo sobre ele e o Ross. - Lucy respondeu olhando ao redor.

- Conte-me o que sabe. Quem são eles? - Coloquei a mão na boca para não parecer tão afobada.

- Bem, como já percebeu, todos o chamam de Primeiro. Isso tem um motivo. É porque ninguém sabe o nome dele. - Ela sorriu e eu a olhei confusa.

- Como alguém pode esconder o próprio nome?

- Ele não escondeu! - Ela o defendeu. - O Primeiro é como uma lenda viva. Ele não escolheu ser chamado assim. Entretanto, recebeu esse nome pelas pessoas que estavam aqui na época em que tudo aconteceu e depois disso, ninguém se atreveu a chama-lo pelo nome. - Lucy narrava à história como se estivesse vivendo-a nesse exato momento.

- Mas por que "O Primeiro"? - Perguntei ainda totalmente perdida na situação.

- Primeiro a mandar, primeiro a ser obedecido! - Chloe zombou.

- Não é nada disso! - Lucy rebateu. - Vou te contar o que eu sei. - Suspirou. - Há sete anos, os criadores da Área Militar sofreram uma emboscada em sua própria casa e foram mortos por uma bomba implantada embaixo da casa. Eles estavam com a namorada do filho deles, que por sua vez, havia saído por alguns minutos e já estava retornando. Quando esse rapaz, que na época tinha vinte anos, voltou para casa, ele encontrou tudo destruído e seu pai, sua mãe e sua namorada mortos no meio dos destroços. Alguma coisa mudou dentro dele naquele dia e pelo que eu ouvi, ele se fechou para o mundo desde então.

- Mas alguém tinha que assumir de onde seu pai havia parado na Área Militar ou não teríamos um lugar protegido para ficar. - Chloe completou.

Olhei de uma para outra esperando qual seria a próxima a falar.

- O jovem rapaz se esforçou e chegou ao seu extremo. - Lucy contou. - Algo lhe dava força e ele conseguiu ser o maior e mais respeitado comandante de todos. Desde então, aquele rapaz virou a fortaleza que hoje chamam de Primeiro, e ninguém menciona o seu nome.

- Não fazia ideia! - Comecei a me sentir mal pelo julgamento que fiz dele.

Perder minha mãe já estava sendo terrível, não conseguia imaginar como foi para ele perder todos dessa forma.

- Algumas pessoas dizem que o coração dele ficou naquela explosão. Ele é frio e seu olhar me dá medo, mas, mesmo assim, é um gato. - Chloe comentou.

- Não acredito que ele não goste ou não tenha afeto por ninguém. Isso é impossível. Ainda mais por sete anos! - Retruquei incrédula.

- Podemos dizer que ele e o comandante Ross são quase irmãos. - Lucy completou, enquanto seus dedos dançavam pela mesa, fazendo círculos imaginários.

- Daqueles que brigam e discordam o tempo todo, mas acredito que um morreria pelo outro, mesmo que não assumam isso. - Chloe assegurou.

- Ross chegou aqui na mesma época desses acontecimentos. Ele é um ano mais novo que o Primeiro, tem vinte e seis anos e é um gênio. Tem Ph.D. em Ciência da computação, códigos e criptografia. Além de ser especialista em Análise de inteligência e Ciência Aplicada. É o que dizem! - Lucy disparou.

Área Militar -DEGUSTAÇÃO Onde as histórias ganham vida. Descobre agora