✰︎6✰︎

552 66 103
                                    

Em mais uma manhã normal como todas as outras, dia de segunda-feira, podia-se dizer que o dia estava mais preguiçoso, ainda mais quando a professora de Inglês chegou dizendo que teria prova surpresa

Ops! Esta imagem não segue as nossas directrizes de conteúdo. Para continuares a publicar, por favor, remova-a ou carrega uma imagem diferente.

Em mais uma manhã normal como todas as outras, dia de segunda-feira, podia-se dizer que o dia estava mais preguiçoso, ainda mais quando a professora de Inglês chegou dizendo que teria prova surpresa. Eu realmente não estudei nada, como eu já disse, inglês é a pior matéria. Para alegria de alguns e tristeza de outros, ela havia anunciado que seria em duplas, todos os alunos fizeram rebuliço para se juntarem logo.

— Nari? Você quer ir comigo? — Lia deu batidinhas frenéticas em minha mesa, ela estava um tanto animada esta manhã.

Observo que todas as duplas foram formadas e Jae só estava com a cabeça encostada na mesa.
Olho para Lia que estava ao me lado e suspiro, porque não podia ser em trio?

— Você pode ir com outra pessoa? — Falo me levantando para ir até a mesa dele, recebo um "tudo bem de Lia" ela não parecia desanimada com minha resposta, o que me deixou aliviada.

Enquanto faço meu caminho, as pessoas me olham assustadas e até mesmo a professora.
Puxo uma mesa e me sento perto dele, o que faz ele olhar perplexo para mim.

— Eu já te disse... — Murmura.

— Eu não me importo — Solto uma piscadela para ele, que virou a cabeça para o lado com as bochechas rosadas.

— Eu não estudei, você está ferrada. — Ele dá de ombros e tira o capuz de seu casaco, que estava em sua cabeça. Observo seus cabelos sedosos caírem lentamente.

— Também não estudei — Solto um riso baixinho, e busco uma xuxinha de cabelo. Amarro o cabelo de Jae, consideravelmente um pouco grande, ele sorriu balançando os cabelinhos. Ele estava mais feliz esses dias, se soltando mais.

A professora entregou nossa prova e só fomos na fé.
Os assuntos até que estavam fáceis, acho que as anotações do Jinyoung me ajudou muito.

(...)

— Você sabe que se continuar a andar perto do Lim, as pessoas irão te zoar né? — Lia fala enquanto dá uma mordida em seu sanduíche.

— Elas não cuidam da minha vida. — Dou de ombros colocando uma colherada de arroz em minha boca, a merenda da escola era uma das melhores.

Vejo Jinyoung e um garoto ao seu lado, pedirem permissão para sentarem na nossa mesa. E eu assinto sorrindo, Jinyoung puxa a cadeira ao meu lado e me cumprimentou.

— Olá meninas — Ele acena preparando os hashis para comer.

— Olá! — Lia fala quase imóvel olhando para ele.

— Jae! — Aceno com a mão — Aqui!

Ele estava indo em minha direção mas quando olhou para todas as pessoas que estavam na minha mesa ele faz um "não" com a cabeça e volta a retornar o caminho.
Revirei os olhos, e corro até ele pulando em suas costas.

— Ei! — Coloco meu braço em volta de seu ombro, éramos do mesmo tamanho então facilitava.

— Gente ele vai ficar aqui tá bom? — Pergunto a todos que não dão muita importância e voltam a comer.

— Me esqueci que tenho que ir para a quadra de basquete mais cedo, tchau gente! — O menino que estava do lado do Jinyoung saiu olhando para Jae com um certo nojo.

— Você precisa se alimentar — Jinyoung coloca um ovo cozido no meu prato.

— Obrigada — solto um sorriso mínimo.

Lim parecia desconfortável junto de todos, ele ficava olhando todas as vezes para os lados, como se estivesse sendo observado.

— Toma — Coloquei um banana milk para ele.

Depois de colocar sinto a tensão naquela mesa, Lia me olhava com um sorriso malicioso, Jinyoung me olhava ou melhor me secava e Jae o encarava com os olhos semi-cerrados.

(...)

— É aqui sua casa? — olho para a pequena casa do Jae. — Você mora só?

— Você pode parar de fazer perguntas?

— Desculpa — resmungo.

— Jaebum?

Olho para trás e encontro um homem um pouco mais velho não faço ideia o que ele é do Jaebum. Ele era elegante em suas vestes, usava um terno preto e uma gravata borboleta.

— Hyung! — exclama.

— Quem é a moça? — Ele fala olhando para mim enquanto tirava os óculos escuros.

— Olá me chamo Kim Nari, sou amiga do Jaebum — Faço reverência.

— Amiga? — Olha perplexo para Jaebum.

— Eu não disse que você é minha amiga. — Fala para mim irritado.

— Nossa... — Abaixo a cabeça fazendo um leve  drama, sorrio mentalmente ao ver Jae arrependido.

— Olha o que você fez com a garota! Ela só quer ser sua amiga!

— Você arrumou um jeito de encontrar provas? — Jaebum faz um olhar esperançoso o que eu nunca tinha visto, seus olhos brilhando era como um universo repleto de estrelas que te fazem explendidamente bem.

Sem perceber, acabo soltando um sorriso o que faz os dois olharem para mim.

— Ahh... Eu vou indo para casa, tchau! — saio me xingando mentalmente e dou corridinhas rápidas.

.

— Você está gostando da nova escola meu amor? — Minha mãe fala me entregando um pouco de carne.

— Estou, já fiz amigos...

— Só não se apegue demais — Meu pai levanta os olhos apreensivo.

— Eu sei — Reviro os olhos. Era óbvio que nos mudaríamos novamente.

— Não ligue para seu pai! Quem são seus amigos? Traga eles um dia! — Minha mãe sorriu se sentando para comer.

— Claro um dia eu irei.

— Você conhece um menino que perdeu os pais que estuda na sua escola? As pessoas vivem falando dele...

— Ouvi dizer que ele não é uma boa pessoa.

Eu ficava irritada com os outros falando isso, mas quando isso saía da boca dos meus pais isso me dava nos nervos.

»»————>

Recomendação de música:

--------------

E aí pessoal? O que acharam do capítulo? Não se esqueçam de sempre darem o feedback do capítulo, isso sempre me ajuda a melhorar!

Votem e comentem muito, amo vocês!!❤️

Até a próxima!

Demons | Jay b Got7Onde as histórias ganham vida. Descobre agora