5-Uma aventura

3.2K 157 29
                                    

Meu pai chegou do trabalho e estava aparentando felicidade e satisfação

- garotas?? - ele diz enquanto abre a porta

- JA VAMOS ! - gritei do corredor

Jojo estava deitada na cama, ja que havia tirado um cochilo ( e eu a acompanhei é claro)
depois da nossa primeira sessão, as coisas mudariam.
Entrei no quarto e jo estava colocando sua blusa

- meu pai chamou a gente la embaixo, vamos?

- sim sen...

tudo ficou silencioso, nos olhamos e rimos

- isso pega né?? ta doido - ela diz toda sem graça

eu ainda rindo

- realmente

saímos do quarto e descemos as escadas, meu pai estava pondo a mesa

- finalmente, temos coisas a conversar

Eu não sabia se temia o que ele iria dizer, até pq estava bem tranquilo

- Joany, você come filé de frango a milanesa?

- c-claro, só não como pedra porque não da mesmo

Era incrível como eles tinham se dado bem sendo que nem conversaram, isso me dava medo e se joany se entrosar demais com meu pai e se eu tiver que namorar ela?? eu não to nem um pouco afim disso ainda...

- podem se sentar, trago notícias boas e ruins... qual vocês preferem primeiro?

-BOAS! - joany
- RUINS - eu gritei por cima - é sempre bom receber as ruins primeiro, porque a boa vai dar uma aliviada

- mas eu quero a boa primeiro, por favor senhor Still, a boa

- bom, então a notícia boa é que sua mãe não vai processar a Dacota, consegui persuadi-la, como ela violentou você até...bom, ter uma lesão, que aliás vamos ao médico amanhã, ela pagaria bem mais caro que a dacota caso você processasse ela

- bom, isso é muito bom, fiquei mais aliviada Sr. Still.., e a ruim?

- ah... então Joany, ela te expulsou de casa...

Joany que estava com a feição de alivio se transformou em tristeza

- acho que preciso de um tempo pra pensar- ela disse enquanto dava um sorriso sem jeito - com licença

Ela deixou a mesa sem olhar para trás e subiu as escadas correndo, ela estava abalada independente de tudo, tinha sido uma pressão bem grande sob ela, então eu decidi deixa-la só como havia pedido, talvez a minha presença atrapalhasse ou piorasse alguma coisa

- pai, vamos comer, quando eu terminar aqui, eu levo pra ela, não se preocupe...

Meu pai afirmou com a cabeça e levou o garfo com um pedaço de frango à boca; Comi o mais rápido possível pra poder subir e ver como ela estava, mas não foi preciso, ouvi passos na escada, joany estava descendo e se sentou a mesa conosco

- me desculpem, isso foi falta de respeito

- não foi n...
- claro que não joany

- "fica tranquila" - eu e meu pai dissemos juntos

- é um assunto delicado e tá tudo bem você reagir dessa forma, mas estaremos aqui pra te ajudar, com certeza - meu pai disse com um sorriso quase inaparente

o lado escuro do sexoOnde as histórias ganham vida. Descobre agora