Capítulo 7 - Comemoração

9 0 1
                                                  

Após a cerimônia de casamento, o Sr.e a Sra. Darcy e seus convidados foram até o salão de Netherfield, onde a festa iria acontecer. Na carruagem Elizabeth e Darcy sorriam um para o outro, a felicidade e o amor estava presente no rosto dos recém-casados. Trocaram poucas palavras, como estavam felizes e como cada um estava lindo. Lizzy esquecera por um minuto que o salão estaria repleto de pessoas desconhecidas e que as opiniões acerca de seu então casamento vantajoso, seriam numerosas.

Ao chegarem à Netherfield, Darcy segurou a mão de Elizabeth como na primeira vez que a tocou, desta vez para ajudá-la a descer da carruagem. Seus olhos azuis brilhavam como as muitas estrelas que pairavam em uma noite sem nuvens, seu sorriso ainda tímido revelava sua felicidade diante de seu casamento com sua amada. Jane, que já havia chegado tirou o véu de Elizabeth para que esta ficasse mais à vontade. Pouco a pouco os convidados chegavam ao salão, que estava decorado de acordo com o que Lady Catherine havia escolhido, embora ela mesma tinha se oposto à ideia de dar uma festa no mesmo salão onde a festa de Jane tinha ocorrido. Darcy e Elizabeth ficaram recepcionando alguns convidados que chegavam, apesar da insegurança, Lizzy se sentia mais calma perto de seu então, marido. Darcy começou uma série de apresentações a seus amigos e parentes distantes para Elizabeth, alguns olhares peculiares eram disparados para a pobre noiva, mas ela fingia não se importar com isso:

- Elizabeth, estes são o Sr. Thomas Evans e sua esposa Sra. Johanna. – Disse Darcy um pouco empolgado, Sr. Evans era um homem que aparentava ter quase a mesma idade do Sr. Bennet, quanto a Sra. Johanna, olhava com desprezo para Elizabeth, usava um vestido azul-marinho e algumas joias. Era bonita, mas o rosto era tão fino que Elizabeth se perguntava qual teria sido sua última refeição.

- É um prazer conhece-los, sintam-se à vontade em nossa festa.

Era o que estava se repetindo, mais convidados desconhecidos que olhavam para Elizabeth com estranheza. Algo que a fazia perguntar-se " será tão estranho assim uma mulher de origem inferior se casar com um homem mais rico do que ela? ", pegava-se pensando nisto quando avistou Caroline Bingley.

- Senhora Darcy, parabenizo-a pelo seu matrimonio. – Era claro que aquilo se tratava de falsidade, algo comum vindo de Caroline. Ela usava um vestido verde escuro que contrastava com seu cabelo ruivo, estava adornada por diversas joias e tinha um acompanhante alto e esbelto. Parecia militar. – Este é meu noivo, Coronel Wright.

- Ora, sei me apresentar Caroline. Prazer em conhece-los Coronel Wright da segunda divisão a seu dispor, de fato presenciei uma cerimônia belíssima. Parabéns aos dois! – Exclamou o Coronel Wright que tinha um semblante de satisfação.

- Não estávamos sabendo de seu Noivado Senhorita Bingley, meus Parabéns! – Disse Elizabeth

- De fato, poucas pessoas estão a par de meu noivado, mas isso se deve pela razão de que prefiro fazer as coisas sem pressa. – Aquilo claro foi uma indireta para Lizzy.

- Bom, por favor sintam-se à vontade! – Disse Darcy.

- Agradecemos Sr. Darcy, agora nos deleitaremos desta belíssima comemoração! – Dissera o coronel se retirando com Caroline.

Então Lady Catherine entrou no salão acompanhada de Georgiana. Não parecia feliz, mas entrou pomposamente. Georgiana pela sua expressão, estava louca para abraçar os recém-casados, mas já haviam muitos convidados seria um pouco imprudente:

- Ah, Elizabeth, finalmente somos irmãs! Estou tão feliz, mal espero para que possamos ficar juntas em Pemberley, finalmente faremos nosso dueto! – Exclamou Georgiana extasiada, quase que perdendo o fôlego.

- Georgiana, também estou muito ansiosa para nosso dueto!

- Elizabeth, devo lhe alertar sobre o comportamento de alguns familiares seus, que podem ocasionar numa má impressão neste casamento! – Disse Lady Catherine, se dirigindo para minha mãe que demonstrava agir de forma indecente, falando alto para alguns convidados sobre sua maior conquista: casar suas duas filhas com homens afortunados. – Sua posição já não é favorável, portanto seria valido que comunica-se a Sra. Bennet, para que se conte-se um pouco.

- Minha tia, peço-lhe que não haja desta forma em meu casamento. Lembre-se de que agora todos nós fazemos parte de uma mesma família. – Exclamou Darcy quase furioso.

- Não há problema Lady Catherine, assim que terminarmos de recepcionarmos os convidados, falarei com minha mãe. – Disse Lizzy, um pouco envergonhada.

- Seria o melhor a se fazer! – Disse Lady Catherine se retirando com Georgiana que se demonstrava super envergonhada pelo o que a tia acabara de dizer.

- Elizabeth, peço desculpas pela minha tia. Ela é uma mulher difícil, tratarei com ela mais tarde. Não quero vê-la triste no dia de nosso casamento. – Disse Darcy ressentido.

- Eu nunca ficaria triste no dia mais feliz da minha vida! Sinto-me a mulher mais sortuda por poder lhe chamar de meu marido. – Elizabeth disse, com um sorriso.

- Eu te amo, Elizabeth Darcy! 

O diário de Elizabeth BennetWhere stories live. Discover now