1 - Reencontro

8.2K 556 272
                                    

- Wei ...

o som grave e quente daquela voz amiga causou um pequeno e agradável curto circuito no coração de WeiWuxian.

Entre incrédulo e esperançoso seu corpo conflitava em tentar virar-se na direção daquele que o chamava e ao mesmo tempo tentar manter-se no mesmo lugar, com medo de sua própria imaginação e desejo pregarem-lhe uma peça.

Como sempre, venceu a coragem do Patriarca YiLing: lentamente direcionou sua visão e sentimentos a frente e lá estava Lan Zhan o Jade da Perfeição, com suas alvas vestes, sua preciosa e distinta fita diadema e seu claro e brilhante olhar.

No belo rosto de Wei Wuxian foi-se delineando em um sorriso cada vez mais luminoso e em seu peito a alegria jorrou como uma cachoeira cantando com força e potência cada vez maiores.

- Lan Zhan ...

Recebeu de volta um dos raros e bonitos sorrisos do LanWangJi e contra sua própria vontade perguntou:

- E suas ... suas responsabilidades e honrarias como Excelência ?

Lan Zhan refletiu por um momento e disse:

- Meu irmão fielmente as assumirá, até que eu esteja livre.

- Livre ?

- Até que nossas aventuras e lutas tenham terminado e possamos retornar algum dia.

WeiWuXian desejando e temendo a paz do Recanto das Nuvens respondeu um pouco precipitadamente:

- Poderei eu ser tão egoísta em privar você dos privilégios de seu alto cargo e privar seu Clã do benefício de sua presença ?

- Fizemos juntos uma promessa de combater a tirania e defender os mais fracos e esta promessa eu honradamente cumprirei junto a você, não importa o quanto custe, nem o quanto demore.

Amplamente sorridente e absurdamente feliz, Wei Wuxian aproximou-se mais de Lan Zhan:

- Você faz com que eu me sinta muito feliz e muito culpado !

-  Wei Ying,  você seria culpado se uma Excelência permanecesse no Recanto das Nuvens com o coração e a atenção pela metade, dividido, incompleto e ... infeliz.

Deram-se as mãos e olharam-se longa e suavemente. Um vasto campo de emoção pareceu criar um halo luminoso em torno de seus corpos. Neste momento tudo dentro e fora deles era confiança, esperança e bem querer. Todos os sons e cores nos arredores pareciam ressoar na perfeita harmonia e perfeita beleza que só a amizade verdadeira e o amor mais profundo podem gerar.


 - Para aonde você planejava ir ?

Ops! Esta imagem não segue as nossas directrizes de conteúdo. Para continuares a publicar, por favor, remova-a ou carrega uma imagem diferente.

- Para aonde você planejava ir ?

- Eu estava indo para a Vila Wuyuanli. Soube que lá nas montanhas existe um clã de cultivadoras fantasmas que está começando a assustar o povoado e também ... que o licor de azaléa da região é deliciosamente imbatível !!

Lan Wangji ficou sério e pareceu um pouco aborrecido:

- Wei, você continua achando desculpas para beber !

- Ah Lan Zhan – protestou Wei Wuxian com ar travêsso e provocador - que culpa eu tenho se no caminho do que pretendo investigar os licores tem boa fama ! Oque tem de mais apreciar uma boa bebida enquanto nos informamos sobre os detalhes de nossa missão ?

Lan Zhan: (suspiro)

- Ah Lan Gege, não comece a querer me educar, não estamos mais no Recanto das Nuvens e e suas tres mil regras. Por falar nisso, eu estava na vila de ... (blá, blá, blá, blá, blá ...)

E lá se foram, entre árvores floridas e esvoaçantes folhas. A silhueta de vestes brancas, nobre, digna e silenciosa mas com pequenos gestos que denotavam gentil atenção e a silhueta de vestes negras gesticulando e falando sem parar, como um pequeno besouro inquieto, cheio de assuntos, novidades e risos, enchendo o ambiente com o som de sua voz doce e encantadora, borbulhante, viva e vibrante como um riacho no degêlo da primavera.

Quem pudesse se aproximar veria que o sério jovem de branco tinha olhos de felicidade, olhos como mel aquecido ao sol ...

Uma nova jornada ...Onde as histórias ganham vida. Descobre agora