Capítulo 2 - Cartas

40 2 0
                                                  

 Sinto-me no dever de descarregar minhas mais profundas emoções. A felicidade realmente me acompanha nesse momento e a palavra reviravolta nunca definiu de forma tão precisa minha vida neste exato momento. Passarei a me chamar de Elizabeth Darcy, algo que soa um tanto quanto estranho, já que em alguns meses atrás eu não suportaria ver ou ouvir qualquer coisa que se relacionasse ao Sr. Darcy. Cá estou eu noiva do mesmo. Angustiada se foi essa minha melhor decisão...

Meu sentimento pelo Darcy é o mais profundo que eu senti na minha vida em todos esses anos de existência. O amo pois o compreendo e ainda assim, em certos momentos não o entendo.

Ele está em Pemberley agora, cuidando de alguns negócios. Retorna daqui a cinco dias, conforme combinado. Eis a carta que Darcy me enviou ontem:

"Minha querida Elizabeth, escrevo pois não me abstenho da saudade que sinto da senhorita. Em cinco a seis dias volto a teu encontro, estou finalizando alguns assuntos importantes o mais rápido possível para que meu retorno seja então breve.

Georgiana manda saudações e reforça a falta que tu fazes a ela. Ela voltara comigo também, não demorara para que as duas estejam juntas.

Saiba, minha amada, que em nenhum outro momento eu estivera tão feliz como me encontro agora.

Resumo minhas palavras a ti para que não leias logo uma bíblia, pois eu escreveria a ti muito mais do que isto.

Enfim, junto desta carta dou-lhe um presente que espero que seja do seu agrado, escolhi conforme minhas convicções, mas caso não te agradas comunique-me pois te mando outro.

                                                                                                                                      Seu, Fitzwilliam Darcy"

Junto com a carta veio um vestido embrulhado cuidadosamente. O vestido era de um branco quase que marfim. Tinha alguns detalhes de renda e pérolas discretas; Experimentei o vestido e ficou tão bonito que eu queria imediatamente escrever para Darcy. 

Não tinha pedido nada para ele, mas  isto é algo que vou ter de me acostumar pois é comum que o marido de vestimentas e acessórios à sua esposa. Porém para mim ainda é um desafio.

Usarei o vestido no casamento de Jane, eu e Darcy seremos padrinhos dos dois assim como eles serão nossos padrinhos no meu casamento.

abaixo minha resposta à Darcy:

"Meu querido Darcy,

Agradeço imensamente pelo seu presente, ficou absolutamente a meu gosto.

Mal posso esperar para o nosso reencontro, a ansiedade me define agora. E espero que tudo ocorra bem diante dos seus negócios. Mande um abraço para Georgiana, sinto muito a falta dela e espero que façamos logo um dueto.

Enfatizo que estou muito feliz também, o senhor não imagina como a senhora Bennet está nesse momento. Está culpando a todos por adoecerem seus preciosos nervos que se encontram excitados para o casamento...

Aguardo nosso reencontro.

                                                                                                                                                     Sua, Elizabeth Bennet"


O diário de Elizabeth BennetWhere stories live. Discover now