Cap. 1.0

19.5K 1.1K 3.4K
                                    

Ahhhhhhh como eu queria escrever uma FIC hétero da 1D, ficar famosa, virar livro, depois filme e ficar milionária... MAS EU NÃO CONSIGO IMAGINAR MEUS MENINOS GOSTANDO DE XANA, que morte horrível... Enfim, boa leitura e desculpem qualquer erro <3

-x-


O despertador tocou as 6:30, mas nem era preciso, eu já estava acordado a muito tempo, aliás, eu nem dormi. Afinal não é todo dia que você consegue uma entrevista na Tomlinson Corporation e com o próprio Louis Tomlinson, o dono da empresa, o magnata mais renomado das indústrias de telecomunicações e com apenas 25 anos, meu herói.

E como eu consegui isso? Bem, a Tomlinson Corporation é uma das grandes financiadoras da faculdade onde eu estudo, parece que o Louis Tomlinson estudou lá e gostou muito... não sei por que, aquilo é um pesadelo pra mim, mas enfim, ele resolveu criar um programa de treinamento para nós estudantes, que consistem em 3 etapas, eu já passei nas duas primeiras e agora era a pior parte... a entrevista com o diabo.

Dizem que ele é legal, trata todos muito bem, mas porra... ele é um dos homens mais ricos do mundo, dono de um império que movimenta grande parte do PIB dos EUA... ele com certeza não tem alma.

Passei a noite inteira pesquisando sobre ele, fotos, vídeos rápidos saindo de algum lugar... nenhuma entrevista, pelo visto ele não gosta muito de falar com a imprensa. Mas sempre que via alguma foto, ele estava com uma mulher e nunca era a mesma, parece que alguém aqui sabe aproveitar a vida. É definitivamente meu herói.

Antes que eu desligasse o despertador, a Ken acorda. Ken é a minha namorada, Kendall Jenner. Namoramos a mais de um ano e pretendemos nos casar logo quando terminarmos a faculdade. Nós já vivemos quase juntos mesmo, ela dorme no meu apartamento ou eu durmo no apartamento dela... hoje ela veio dormir no meu, pra me dar uma força, sempre foi muito companheira e é isso o que eu mais amo nela.

– Amor, você já vai? – ela diz se virando para me encarar.

– Sim baby, pode voltar a dormir. Me deseje sorte

– Não precisa, você é o melhor no que faz. Vai dar tudo certo – diz ela, depois me dando um beijo de despedida.

Vou para o banheiro fazer minha higiene matinal, quando me deparo com o meu próprio reflexo no espelho. As olheiras mais assustadoras que eu já vi em todos os meus 21 anos. Meu Deus, eu pareço um personagem do TWD.

Lavo meu rosto diversas vezes na tentativa de melhorar minha aparência, mas parece que Deus não está do meu lado hoje e não vejo melhora alguma.

PORRA

Depois de me vestir com um terno cinza que eu comprei ontem para essa entrevista e que me custou quase toda a mesada que os meus pais me mandam... vem agora a parte mais difícil de tudo: O MEU CABELO. Digamos que ele é um tanto quanto difícil de se lidar, dizem que é por causa do tamanho dele, mas eu gosto e pretendo deixar crescer mais, outros dizem que é pelo fato de ele ser cacheado, bom, a Ken uma vez  passou uma coisa que deixou ele liso, mas esquenta muito e isso é coisa de viado.

Olhei pro relógio, já passava das 8 horas e eu tinha que estar lá as 9. Como diabos o tempo passou tão rápido?

Decidi não arrumar mais meu cabelo. Passei perfume, talvez eu tenha exagerado um pouco, mas enfim, foda-se.

Dei um ultimo beijo na Ken e segui para o meu carro.

A viagem foi tranquila... é, acho que não tranquila assim. Odeio admitir, mas eu estava em pânico. Esse emprego pode ser o meu futuro, principalmente agora que eu já estou próximo de me formar. Não posso perder essa chance.

Como O Senhor QuiserOnde as histórias ganham vida. Descobre agora